Você está aqui
Home > DSTs > Risco de transmissão do HIV e tipo de exposição

Risco de transmissão do HIV e tipo de exposição

risco de transmissão do HIV
Compartilhe
  • 1K
    Shares

Risco de transmissão do HIV Varia de Acordo ao tipo de Exposição

Existem várias maneiras de se expor ao vírus HIV.

Para cada tipo de exposição existe um risco diferente de se infectar pelo vírus.

Independente da exposição de risco, as chances de se pegar HIV nunca são de 100%.

As chances de se pegar HIV não aumentam conforme aumenta o número de exposições.

Mas é claro que quanto mais exposições existirem, maior os riscos de infecção. Não porque o risco é acumulativo, mas porque há mais exposição.

Por exemplo, uma pessoa pode “ganhar na loteria” jogando uma única vez, mas é claro que quanto mais vezes a pessoa jogar na loteria, maior as chances dela ganhar.

Materiais que podem transmitir o vírus do HIV:

  • Sangue e outros materiais contendo sangue contaminado;
  • Sêmen e liquido pré-ejaculatório;
  • Fluídos Vaginais;
  • Líquido peritoneal (liquido que fica dentro do abdômen),
  • Líquido Pleural (liquido que fica entre o pulmão e a pleura que é uma capinha de proteção que envolve o pulmão),
  • Líquido pericárdico (líquido que fica entre o coração e o pericárdio que é uma capinha de proteção que envolve o coração),
  • Líquido amniótico (que fica dentro da placenta, protegendo o bebê que está sendo gerado),
  • Líquor (liquido que fica dentro do cérebro e no meio da coluna),
  • Líquido articular (que fica dentro das articulações).

Materiais que NÃO podem transmitir o vírus HIV

  • Suor
  • Lágrimas
  • Fezes
  • Urina
  • Vômitos
  • Secreções nasais
  • Saliva (exceto em ambiente odontológico)

Veja na tabela abaixo o risco de transmissão para cada tipo de exposição:

risco de transmissão do HIV
* Fonte: CDC e UpToDateatualizado em Setembro de 2017

 

Além do risco geral de infecção exposto na tabela acima, algumas condições ou características da exposição podem aumentar o risco de transmissão.

Fatores que podem aumentar o risco de transmissão do HIV:

Quantidade de vírus circulando no sangue

  •  No primeiro ano após a infecção pelo HIV, o vírus se encontra em maior quantidade no sangue e as chances de transmissão aumentam independentemente da situação;
  • Pessoas que já estão em fase AIDS (aquelas que já possuem a imunidade muito baixa, suscetíveis a infecções oportunistas)
  • Tomar as medicações adequadamente e manter a carga viral indetectável diminuem substancialmente o risco de transmissão.

Presença de lesões

(qualquer superfície em contato com material contaminado, seja fluido vaginal, esperma, líquido pré ejaculatório ou sangue)

  • Lesões genitais,
  • Lesões penianas,
  • Lesões orais,
  • Lesões anais,
  • Lesões de pele como úlceras, herpes, cortes, fissuras,
  • Gengivites.

Traumas durante o ato sexual

  • Relações sexuais com penetrações mais brutas aumentam o risco de transmissão do HIV, pois causam pequenas fissuras ou lesões dentro da cavidade acarretando pequenos sangramentos, principalmente nas relações anais, uma vez que a mucosa anal não tem a mesma lubrificação da vagina, estando mais suscetível a este tipo de trauma.

Quantidade de material

  • O vírus HIV não sobrevive muito tempo fora do corpo humano. Contudo, alguns fatores podem aumentar este tempo de sobrevivência.
  • Independente desses fatores, acidentes pérfuro cortantes ou compartilhamento de agulhas grossas com sangue visível na ponta possuem maior risco de transmissão.

Presença de outras doenças de transmissão sexual

O que pode Diminuir o Risco de Transmissão

  • Circuncisão
  • Pessoa fonte com pouco vírus circulando no organismo (quanto menor a quantidade de vírus no organismo, menor o risco)
  • Tempo de exposição (quanto menor o tempo de exposição, menor o risco)
  • Quantidade de material contaminado (quanto menor a quantidade de material contaminado em contato, menor o risco)
  • Tamanho da área de contato (quanto menor a área da lesão, ou mucosa em contato, menor o risco)

risco de transmissão do HIV

Lembre-se

 

Fonte:


Compartilhe
  • 1K
    Shares
CRM-SP 161.392 RQE 55.156-Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.

1.600 thoughts on “Risco de transmissão do HIV e tipo de exposição

      1. A primeira relação sendo virgem com sangramento no hímen e continuar vivendo com um soro positivo é provável que eu vou pegar HIV? Eu não quero tomar prep. O que faço se quero continuar com ele vou ter aids?

          1. Bom dia Dr …eu não endendi a parte da transmissão oral 0 -4 …isso é muito alto ? Obrigado

          2. Para cada 10.000 pessoas não infectadas pelo HIV que colocaram a boca no genital ou ânus de alguém com o vírus HIV circulando no organismo, de 0 a 4 pessoas entre estas 10.000 poderão se infectar pelo vírus HIV.

      2. Bom dia eu me barbiei inclusive o ovo em seguida fim um sexo com camisinha a gozada da.mulher que pegou no meu ovo pode ter transmitido hiv

      3. Eu tive uma relação de risco e 30 dias depois passei mal, tive febre, gripe etc e tomei vários medicamentos para gripe, dores etc, fiz o teste e deu negativo. Por eu ter tomado medicamentos isso poderia dar um falso negativo por causa do efeito dos medicamentos no meu sangue ? E como sei qual geração é o teste que eu fiz?

      4. Dra. corro risco de pegar HIV se ficar exposto ao vômito de outra pessoa , ou se sem querer engolir um pouco dele?

        1. Vômito não é material potencialmente contaminado pelo HJIV a não ser que esteja envolvido em GRANDE quantidade de sangue. Nesse caso o material potencialmente contaminado seria o sangue em si e não o vômito.

      5. Boa tarde, Doutora ! Tudo bem ? Bom, eu tenho o hábito de receber felação sem preservativo (coisa de no máximo 15 segundos) porém, surgiu caroço no corpo do pênis, fiz aqueles testes rápidos de Hiv, sifílis, Hepatite B e C e todos deram negativos. Devo me preocupar ?

      6. Boa noite, Dra.
        Pratiquei sexo oral receptivo com preservativo a todo momento. Tive contato apenas com o esperma nas mãos, em pouquíssima quantidade que logo me encarreguei de lavar. Porém, 3 semanas após apresento febre, placa de pus em apenas uma amigadala e linfonodo logo abaixo aumentado. Realizei exames, inclusive a carga viral do HIV por PCR com contagem de 20 cópias “indetectável” após 10 dias do contato. O que me sugere?!? Muito obrigado

      7. Bom dia doutora!
        Estou desesperado recebi sexo oral de uma garota de programa transexual e eu estava com sintomas de candidíase, se passaram dez dias e estou com tosse seca, existem chances de contaminação por HIV?

      8. Ola bom dia um moça fez sexo oral em mim mas bao gozei na boca dela nem nada e depois eu coloque a lingua na vagina deka cousa de 40 segundos ja fiz exame de urina nao tenho nenhuma dst corro risco de pega hiv num unico contato

        1. Exposição de risco é aquela onde ocorre contato de material contaminado com o organismo com o organismo viável (ou seja, infectante), seja por ferida aberta, penetração de material contaminado pela pele ou contato direto com mucosa.

          Uma vez que houve exposição ao risco de se infectar você deve procurar um médico infectologista de sua confiança para te avaliar pessoalmente e solicitar todos os exames cabíveis, independente de ter sintomas ou não.

      9. Doutora por favor hoje eu estava trabalhando e um amigo meu uso um estilete e se cortou 5 minutos depois fui usar o estilete fiz um pequeno corte corro o risco caso ele teja?

    1. Dra. Boa noite! Eu tive uma relação insertiva anal sem preservativo. Após 36 horas iniciei o PEP. Quais são as chances de eu pegar o vírus?

        1. Dra. Eu beijei um cara e ele fez sexo oral em mim, eu ejaculei na boca dele(eu fiz teste rapido duas vezes ano passado, e não possuo nem sifilis, hepatite ou hiv) e depois que ele engoliu nos beijamos. Só que eu não sei se ele fez a mesma coisa com outra pessoa, corro o risco de estar infectado?(Minha garganta não está muito boa)

          1. Bom dia. A saliva não é material contaminado. Por isso o contato com a boca não transmite o vírus HIV a menos que esteja com sangue. Sugiro que procure um médico infectologista de sua confiança para que possa examiná-lo pessoalmente e solicitar os exames necessários, em busca d um diagnóstico diferencial.

    2. Doutora, recebi sexo oral, mas meu pênis estava esfolado de uma relação anterior, posso pegar HIV assim?
      Estou tomando PEP, iniciei o tratamento com 20 horas após o ocorrido, de 0 a 100 qual será mais ou menos a eficácia da PEP?
      Por favor, me responda, obrigado…🙏

        1. Dr estou a 18 preucupado em pânico recebi oral de uma pessoa mais suponho que ela tenha HIV sem se tratar estou desesperado pós o meu genital tava cheios de pintas vermelha por conta da cândida e ela pós na boca e fez 5 movimento no máximo estou desesperado com medo pós só ocorreu isso é nada mais hoje faz 18 dias e apareceu uma pequena afita na minha gengiva só que desde pequeno eu tenho afta na boca mais msm assim eu tô desesperado

    3. Ola Doutora!Ao receber uma cusparada no olho existe algum risco de transmisao de hiv?Essa e considerada uma forma de transmicao, caso existe nessa saliva sangue presente?Obrigado!

    4. Ola dra! É possivel contrair hiv recebendo uma cusparada no olho?A saliva nao transmite o virus mas se nela estiver sangue presente!Há risco de contaminacao?Devo me preocupar e procurar um infectologista para fazer um exame?

  1. Na tabela sobre riscos de transmissão, quando se diz “sexo oral receptivo” se trata da pessoa que recebe o pênis na boca?
    Obrigado!

      1. Dr. Tive uma relação com uma garota foram 3 vezes de contato de sexo qual a probabilidade

          1. Dr (a) fui dá uma injeção na bariga de uma paciente com HIV depois de retirar a agulha furei meu dedo ! Estou com medo!

  2. Boa noite, três dúvidas, desculpe a falta de conhecimento, mas preciso de respostas.
    1- beijar os seios pode pegar hiv?
    2- o hiv sobrevive em objetos como lenços umedecidos?
    3- Alguem pode ter alguns sintomas da fase aguda, sendo que o contato foi descrito acima, e mesmo assim não estar infectado? Aguardo a resposta, obrigado.

    1. Boa noite.
      1- Não se pega HIV beijando os seios
      2- O HIV não sobrevive muito tempo fora do corpo, a no caso de lenços umedecidos teria que estar repleto de sangue vivo, esperma, ou outro material contaminante e ainda assim, em contato com mucosa, e não pele integra.
      3- Os sintomas de fase aguda são muito inespecíficos, e podem ser na verdade varias outras infecções até mesmo viroses. Apenas os exames específicos podem confirmar ou descartar a infecção.

  3. Boa noite! Fiz sexo oral em um homem rapidamente, não houve ejaculação e eu não tinha lesões em minha boca. Fiz testes rápidos com 15, 30 e 35 dias após a possível exposição, todos não reagentes. Posso considerar conclusivo? Neste tipo de exposição e tendo esses três testes não reagentes a chance de ter pego hiv é praticamente nula?! Muito obrigado! Grande abraço

    1. Olá

      O risco é muito baixo (menos de 1 a cada 10.000), contudo, teste de 4ª geração que detectam tanto anticorpos quanto proteínas virais, no geral se positivam com 14-20 dias após a última exposição. Contudo, alguns raros casos podem levar até no máximo, 90 dias a após a exposição. Depois desse tempo pode-se encerrar o caso.

      Att,
      Dra Keilla Freitas

      1. Dra. Boa tarde
        Aproveitando o ensejo , fiz sexo oral com um rapaz do início ao fim com preservativo, no entanto, li algumas matérias que o preservativo não é 100% eficaz com o vírus da aids. Isso é verdade? Corro algum risco?
        Obrigado.

          1. Fiz sexo sem camisinha nao por muito tempo um pouco com uma garota de programa ela ficou preocupada perguntando se nao tinha nada mais é agora já se passaram 5 dias quais as chances de pegar pela vaginal já que nao tive lesão no pênis?? Pelo fluido vaginal quais as chances de se pegar ??

  4. Boa tarde, Dra Keilla Freitas. Em uma relação homossexual, no caso de um dos parceiros ejacular sobre o outro e, pelo disparo ejaculatório, atingir a pele da face (sem atingir a parte interna da boca), há risco de transmissão de HIV? Obrigado.

  5. Continuando minha pergunta anterior, o que relatei aconteceu comigo e fiquei com medo também de ter atingido meus olhos, mas não tenho certeza. Não senti nada nos olhos depois, não ficaram irritados. Agradeço pelos esclarecimentos sobre isso.

  6. Fiz sexo oral e anal (nessa ordem, ambos com a mesma camisinha) com uma travesti. Fui passivo. Foi usado lubrificante. Durante o sexo oral notei que a camisinha estava íntegra, ao menos a olho nu. O sexo anal durou menos de 10 minutos, em certo momento olhei e não notei qualquer furo ou rompimento da camisinha, mas fiquei com medo após a relação porque não olhei com muita atenção… Ao final da relação, a ejaculação foi no meu corpo, fora da camisinha, após o ato em si. Nesse caso, caso tenha tido algum pequeno furo, os riscos de contaminação são altos para mim? Não houve contato dos meus genitais (nem do ânus) com o sêmen. Pergunto porque fiquei bastante preocupado, e tive alguns sintomas como coceira pelo corpo, inflamação na garganta e febre baixa cerca de 2 a 4 dias após a relação.

        1. Se a Pessoa tem o seu próprio ânus penetrado pelo pênis de alguém o risco é o mesmo independente do gênero da pessoa penetrada.
          SE a pessoa introduziu o seu próprio pênis no ânus de alguém, este alguém sendo homem ou mulher, o risco é de quem penetrou o pênis é o mesmo.

  7. Boa noite. Tive uma exposição de risco a alguns anos fiz o teste rapido aqui na minha cidade a mais ou menos una 40 dia. No CTA e deu não reagente. Posso confiar nos teste rápido.

  8. Contratei um servente portador do hiv. Só para um dia de servido retirar entulhos da minha construção. E nesse período ele utilizando de pás ele mostrou calos na mão onde o mesmo havia estourado uns 2 calos. O líquido transparente contido dentro dos calos pode transmitir hiv. Pois esta um sol muito quente temperatura de mais ou menos uns 33 graus e eu utilizei da PA tbm para ajudar e quando olhei esta com um furo mínimo na minha mão de uns dias atrás. Ser a que posso ter contraído ???

  9. Olá Dra Keilla Freitas.
    Dra, fiz vários testes anti HIV 1/2 em laboratório particular:
    exposição em setembro/2016.
    1º teste: 05/10/2016
    2º teste: 18/10/2016
    3º teste: 09/11/2016
    4º teste: 22/11/2016
    5º teste: 12/12/2016
    6º Teste: 02/02/2017
    7º teste: 04/05/2017
    METODO: AUTOMAÇÃO IMUNOMÉTRICAVITROS 5600.
    TODOS: NÃO REAGENTE
    FIZ TAMBEM UM WESTERN BLOT 120 dias após o 1º exame e positivaram algumas proteínas:
    P17: REAGENTE;
    P24: REAGENTE;
    P55: REAGENTE;
    P31: NÃO REAGENTE;
    GP41:NÃO REAGENTE;
    P51:NÃO REAGENTE;
    P66:NÃO REAGENTE;
    GP120:NÃO REAGENTE;
    GP160:NÃO REAGENTE;

    CONCLUSÃO: AMOSTRA NÃO REAGENTE PARA HIV
    O que mais me deixou inculcado foram essas proteinas reagentes.
    Fiz tbm 3 testes rápidos no CTA aqui, sendo o ultimo no dia 31/05/2017, OU SEJA 7 MESES APÓS A ULTIMA EXPOSIÇÃO DE RISCO. O médico descartou a possibilidade de infecção pelo HIV, mas eu senti e ainda sinto muitos sintomas, como: dor de garganta e uma leve neuropatia pelo corpo.
    Dra. o que ainda posso fazer para me certificar da minha sorologia?

  10. Boa tarde Dra. Queria saber se há risco de transmissão nesta situação: tive relação sexual com um amigo, na cama dos meus pais, em cima do colchão descoberto (sem lençóis). Usámos camisinha. Mas no fim, ao retirar a camisinha, ela ficou um pouco presa em mim e ele puxou. Ao fazer isso caiu esperma no colchão. Entretanto secou. Isto foi depois do almoço. Se os meus pais tiverem contacto direto com essa parte do colchão pode transmitir hiv,caso o meu amigo seja positivo? Ou o esperma seca e o virus morre? Obrigada

  11. Maos,dedos umedecidos com líquido pre ejaculatório entruduzidos na vulva da mulher qual a chance o risco de ela contrair o hiv caso o parceiro tenha minha prima que saber.

  12. Olá Dra Keilla, fiz sexo oral rapidamente em um homem, mas não houve ejaculação, talvez tivesse líquido pré ejaculatório (não parecia haver). Neste caso, sexo oral sem ejaculação o risco considerado é o mesmo da tabela? Seria indicativo de PEP? Muito obrigado! Abraço

  13. Olá dra, na Internet encontramos várias informações dizendo que as formas mais comuns de transmissão do hiv são: sexual sem preservativos, uso de agulhas infectadas, mãe para filho e alguns poucos casos de transfusão de sangue. Minha primeira dúvida é: Se essas são as formas MAIS COMUNS, quer dizer que existe formas menos COMUNS, certo? Por que essas formas menos comuns não são comentadas? Se elas existem, quais seriam elas?
    Minha segunda dúvida: a um tempo atrás fiz uma pergunta sobre o hiv sobreviver em lenços umedecidos, gostaria de saber se os lenços umedecidos e com fluidos contaminantes entrarem em contato com as mucosas, isso pode ser considerado situação de risco ou não ? Aguardo a resposta. Obrigado

      1. Desculpe a insistência dra, mas se alguém colocar o fluido contaminado dentro de um refil de lenços umidecidos e depois de alguns minutos outra pessoa usa um lenço para limpar parte do corpo que tem mucosa, como por exemplo, a glande do pênis , existe a possibilidade de contaminação? Ou o virus hiv morreria em contato com os produtos químicos usados nos lenços umidecidos? Por favor me ajude a tirar essa dúvida . Obrigado

  14. Doutora, a camisinha arrebentou com uma garota de programa , não foi por muito tempo e tirei e coloquei outro preservativo, fiz exame de sangue, urina, raio x do torax tudo normal, fiz exame anticorpos anti hiv depois de 10 meses dessa relação, deu negativo, não sei qual metodo foi usado mas posso confiar? Obs: sexo vaginal

  15. Doutora fiz sexo oral no anus de um portador do vírus hiv que está em tratamento e é indetectável há 4 anos, qual a chance de contaminação caso tivesse alguma fissura anal?

  16. Dra to com um ganglio no pescoço pequeno movel indolor, e minha lingua ta clm aspecto de lingua geografica me disseram que pode ser estresse que esta causando isso, e ate o ganglio pode ser de fica apertando etc.. Tive uma relação onde não usei preservativo 7 meses atrás, 7 a 8 mês , fiz exame de anticorpos a anti-hiv teste rapido laboratorio particular cujo nao sei qual metodo usado paguei 120 reais, deu nagativi, vr: negativo, estou ficando maluco nao tiro isso da cabeça, posso esta contaminado? Exames vdrl, e urina pcr eu fiz já e negativos…
    Acho você uma doutora incrível e acompanho sempre. Abraços! Obrigado me ajude por favor

    1. Sugiro que procure um medico infectologista para te avaliar pessoalmente. estes seus sintomas são muito inespecíficos e existe uma serie de condições que podem causar sintomas assim.
      se não houve outra exposição, o teste de HIV feito em local confiável com mais de 6 meses da ultima exposição, exclui o caso.

  17. olá, doutora! fiz sexo oral (bem rápido) em um parceiro que teve uma relação de risco já e fez um exame pra hiv que deu negativo, mas sou muito preocupada e sempre desconfio do resultado porque não sei se foi respeitada a janela imunológica e tudo mais. a questão é que a minha gengiva estava inflamada pois eu estava num processo de troca de coroa dentaria em um dente superior, mas se tivesse alguma lesao gengival a protese estava por cima… você acha que eu corro um risco muito grande de ter contraido?

    1. Isso Aumenta o risco em caso da pessoa praticar o sexo oral (fazer o sexo oral em alguém) sem preservativo. Não há registro de de quanto exatamente a mais é o aumento desse risco dessa condição em isolado, até mesmo porque depende do tipo de lesão e da gravidade.

  18. E dedos umedecidos com líquido pré ejaculatorio e introduzidos na vagina, qual o risco? Gostaria de saber tanto em relação ao Hiv quanto para outras DSTs.

  19. Ola. Tive uma relação com camisinha porém introduzi meu dedo na vagina da minha parceira e eu estava com um pequeno corte no dedo que não percebi e fui perceber somente no outro dia porque o dedo estava doendo! Ha possibilidade de contaminação desse tipo?

  20. Doutora fiz exames anticorpos teste rapido laboratorio particular depois de 9 meses da relação de risco, nao cita nada de hiv/2 nem antigenos p24, porem veio negativo, posso ficar tranquilo? , existe casos de falso negativo depois de 9 meses e possivel ter o vírus e o corpo não produzir anticorpos ou algo desse tipo? Obrigado

  21. Olá,garganta profunda pode transmitir o hiv? Falo da pessoa que fez no caso recebi a garganta profunda,qual o risco?depois de 2 meses tive febre,machas vermelha no corpo, dor de cabeça,,dor de garganta,durou 2 dias os sitomas.

    1. Sugiro que procure um médico infectologista pessoalmente para te avaliar e pedir os exames cabíveis, quanto a sua pergunta, se você está falando de sexo oral, tem sim risco de transmissão do HIV para quem realizou mas não para quem recebeu.

      1. Boa noite Doutora, receber uma garganta profunda (sexo oral) de uma mulher aumenta o riscos de transmicao do hiv? Obrigado pela atenção

  22. Dra keilla entao se o meu teste anti hiv so anticorpos , nao detecta proteinas depois de 6 meses negativo ja é valido? Proteinas virais pra infecções recente ? Pois meu teste era apenas anticorpos nao qual geração , porem foi mais de 6 meses que eu fiz

  23. Olá doutora, tudo bem?

    Gostaria de esclarecer uma dúvida que tá me matando…

    Cerca de 3 meses atrás, tive contato de risco com uma pessoa de sorologia desconhecida. Foi meio sem querer, e quero dar detalhes

    A gente estava se beijando, até que do nada, a pessoa abaixou meu short (era um daqueles de elástico de jogador de futebol) e fez cerca de 15 segundos de sexo oral em mim, eu logo a retirei, eu não queria isso. Cerca de 57 dias após essa situação, eu fiz um teste rápido e foi negativo para todas as infecções (Hepatite, Sífilis, HIV).

    Durante o ato, não foi constatado sangue e a saúde bucal dela é em dia. Não houve ejaculação e acredito eu que nem o líquido pré seminal foi expelido, porque durante o beijo eu percebi meu pênis molhado

    Gostaria de saber se posso confiar nesse exame, afinal foi tudo meio sem querer

    O teste foi realizado com o BioManguinhos

    Eu não acho que ela possua HIV, porem queria de esclarecer essa dúvida

    Há sites que dizem que a chance de transmissão é de 1 a cada​ 10 mil relações sexuais com a pessoa (de 0 a 0,04%).

    Não foi constatado excesso de saliva, o contato deve ter sido tão breve quanto eu imagino e por a carne ser fraca, durou isso tudo
    Foi a única (e primeira) relação que tive dessa forma
    Informações adicionais: Sou circuncidado, tenho uma vida saudável e tenho uma boa higiene com meu corp

      1. Mas é um contato de risco?

        Consegui contato com a pessoa, ela me disse que se cuida, mas sempre me sobra uma dúvida…

        E sobre o teste, a janela imunológica foi respeitada?

  24. Boa tarde Dra, tenho lido as suas matérias e também os comentários, tenho visto algumas perguntas em relação a receber sexo oral a senhora diz que quem recebe não tem risco de contrair o HIV. Uma pergunta, Se a pessoa que esta praticando o sexo oral (chupando) tenha feridas na boca, ou algum tipo de sangramento ainda assim não há risco para quem esta recebendo? (sendo chupado)
    Muito legal a sua pagina.
    Obrigado

  25. Doutora o que significa metodo 1 e 2 sorologia no aparelho, é confiavel esse teste ? Me explique por favor?

  26. Essa estatística a respeito da agulha contaminada se refere a uma agulha contaminada com sangue de um portador do hiv ou por um sangue de um indivíduo aleatório?

  27. Desejo saber se há diferença entre a concentração de HIV no líquido pré-ejaculatório e no semem? Muito obrigado!

  28. Boa noite dra. Saí com uma GP, Não fizemos nenhum tipo de relação ( nem anal, nem vaginal e nem oral), a única coisa que aconteceu foi EU me masturbar e beijar os seis dela. Após EU ter me masturbado ela me deu dois lenços umedecidos para que eu pudesse me limpar. Isso pode ser considerado situação de risco? Fiquei encucado que pudesse ter algum tipo de secreção nos lenços que ela tirou do próprio refil. Será que corri algum risco dra? Ou é paranóia minha? Se eu procurasse um pronto atendimento contando o fato seria considerado situação de risco? Aguardo resposta. Obrigado

  29. Dra Keilla recebi sexo oral de uma mulher de programa devo me preocupar estou paranoico com isso por favor sera que tenho algum risco serio.

  30. Dr.a gostaria de saber se em uma relação homossexual o parceiro pegar no prepúcio do outro para masturbação com a mão suja de liquido pré seminal, corre o risco de infecção por HIV?

  31. Dra. A aproximadamente 5 meses tive relações com uma mulher soropositiva (descobri depois); Foi somente vaginal e de camisinha, e recebi sexo oral. Ontem ( 08/07) fiz o teste hiv I e II, deu NÃO REAGENTE, posso ficar despreocupado?

  32. Dra, boa tarde!
    Tive um contato com uma oessoa com hiv com carga viral indetectavel, somente depois ele me disse.
    Algumas dúvidas:
    1- receber sexo oral de uma pessoa com carga viral indetectavel (exames dele mostra a carga viral indetectavel ha mais de 1 ano)é considerado risco dectransmissão fo hiv?

    2 – fazer sexo oral rapido com uma pessoa com carga viral indetectavel sem ejaculação, apenas com a possibilidade de contato com o líquido pre seminal, representa risco?

    3- realizei teste rápido com 31 dias , deu não reagente, quando questionei vários profissionais me informaram que na minha situação não configura-se risco e não seria nem indicação de PEP.
    Liguei para numero de 0800- 162550 varias vezes e eles afirmam que é segura a janela imunológica de 30 dias para todos os testes rapidos, conforme determina o MS. Perguntei se eu precisava repetir o exame eles disseram que NÃO.
    Questionei a respeito de soroconversão tardia, eles disseram que não existe mais isso, que todos os testes possuem sensibilidade para detectar anticorpos em 30 dias.
    Sinceramente, qual a sua opinião a respeito do meu caso. Agradeço a sua atenção.

    1. 1- Receber sexo oral não é exposição de risco
      2- Relação sexual, mesmo sem preservativo, mas com pessoa com carga viral indetectável tem um risco baixo de transmissão.
      3- A maioria dos testes de 4ª geração, em sua maioria ficam positivos já com 15 a 20 dias após a exposição. São raros os casos que positivam depois disso que é até os 90 dias após a exposição.

      1. Boa noite doutora,
        Logo após realização do teste rapido para Hiv, com resultado não reagente, fui ao banheiro do cta que eu estava para lavar as mãos.
        Lembro que antes de tocar na torneira, eu joguei o algodão no lixo e o sangramento na ponta do dedo ja havia parado.
        No entanto, sem perceber, abri a torneira para lavar as mãos e acredito que o furo no meu dedo (sem sangrar) tocou a torneira. Lembro que a torneira estava seca, porém não chequei se ela estava suja com algum resíduo de sangue de alguma outra pessoa que tivesse chegado mais cedo ao CTA e feito o mesmo procedimento.
        Existem chances expressivas para contagio pelo HIV nesse furo que eu tive no dedo, oriundo 5 minutos antes pelo furo necessário para realizar o teste rapido?
        Agradeço cordialmente a atenção.

  33. Doutora, de qualquer forma eu farei o exame, mas por questoes de preocupação eu lhe pergunto: eu estava em um consultório odontológico e o dentista acidentalmente se furou com uma agulha e, logo depois, imprudentemente, parece me que ele continou o procedimento e injetou anestesia em mim sem trocar a agulha. Caso ele seja portador, o risco é 0,3% de eu ser infectado?
    Pela ocasião eu imagino que o ferimento na mão dele foi pequeno, mas nao tenho certeza, obrigado.

  34. Tive uma relação com uma GP, ela fez um oral com camisinha e depois penetrei ela, mto rápido, acho q foi uns 20 segundos… Fiquei meio cabreiro com a camisinha que ela colocou, fiquei com medo que a mesma já pudesse ter sido usada, pois achei ela com um aspecto diferente, ou até que ela pudesse ter infectado a mesma com secreções dela. Depois de alguns dias comecei a sentir enjoos, parece que alguma coisa embolada no meu estomago, parece cabeça vazia, depois passou, mas agora voltou novamente aquela coisa no estomago mas não é sempre que isso acontece. Fiz um teste Elisa 4 geração com 32 dias e deu “Amostra Não Reagente para HIV”. Preciso repetir?

      1. Repeti com 60 dias e 95 dias, Elisa 4º geração Antigeno P24 e Anticorpos, todos “Amostra Não Reagente para HIV”.
        Posso encerrar o caso.

  35. Dra.,tive uma relação com um homem que não sei sorologia…na verdade foi penetração (sexo vaginal) por cerca de 30segundos,sem ejaculação.Qual o risco de transmissão devido ao contato com líquido seminal?
    Obrigada

  36. Boa tarde dra.
    É considerado risco vestir-se, sem retirar a camisinha e então retira-la no banheiro. A secreção vaginal presente na camisinha entrar em contato com a cueca e após retirar a camisinha, o pênis entrar em contato com essa secreção? Há possibilidade de contaminação?

      1. Dotora fiz uma tatuagem e não reparei se o recipiente onde coloca a tinta para fazer a pigmentação tinha resto de outra tinha q foi usada em outra pessoa, porém o recipiente foi reutilizado após 10horas em mim. Enfim quero saber se estiver resto de tinta contaminado c o vírus do HIV, e essa tinha foi entronizada em mim após esse tempo de reotiliza a tinta corro risco? Nesse caso o vírus ainda pode estar vivo? Obrigada

  37. Estimada Dra. Keilla.
    Parabéns pelo seu trabalho e pelo magnífico conteúdo disponibilizado.
    Trabalho no IML realizando necropsias e lamentavelmente dias atrás sofri um acidente de trabalho. Ao coletar sangue de um cadáver (morto pelo menos à 12 horas) me piquei com a agulha ao retirá-la do vacutainer. Eu estava usando 3 luvas (nitrílica>borracha>pano), retirei-as imediatamente e verifiquei que havia um pequeno ferimento dando saída a sangue, lavei com sabão abundantemente e o sangue estancou rapidamente. Em seguida lavei os braços, passei álcool 70, coletei uma amostra do cadáver e corri ao Hospital de Pronto Socorro mais próximo, lá solicitei um teste rápido na amostra que levara assim como no meu próprio sangue. Este teste levou 1 hora para ficar pronto (mais as 2 horas de atendimento até a coleta do meu material, ou seja, eu tive o resultado 3 horas após entrar no pronto socorro). O resultado foi o seguinte: Não Reativo para mim, Reativo para o cadáver. Bom, me indicaram a quimioprofilaxia, passei a tomar imediatamente e sigo tomando sem ter efeito colateral algum. Pelo meu cálculo eu passei a tomar o medicamento 4h após o acidente. Então a minha pergunta:
    É possível o medicamento eliminar o vírus caso eu tenha sido infectado? Ou se eu fui infectado o medicamento poderá colaborar para reduzir a carga viral, mas jamais extinguir o vírus? Vários colegas já sofreram acidentes semelhantes, mas nunca o resultado da fonte deu positivo, como no meu caso. Também aqui no IML nenhum colega, seja médico, farmacêutico ou biomédico, sabia sobre estudos de contágio através de cadáveres e as informações na internet são desencontradas.
    Agradeço e enalteço enormemente o seu trabalho.

    1. O Objetivo da profilaxia pós exposição é justamente eliminar o vírus naqueles que foram infectados. com 4 horas de tempo para começar o tratamento está com alta eficacia, pois sabemos que se iniciado ate 72hs após a exposição ainda tem eficacia. claro que quanto mais rápido melhor.
      Tomando direito, o risco de não proteger é principalmente se a cepa do vírus for resistente ao esquema.

    1. Circuncisão é fator protetor para HIV.
      Quanto ao contato sem penetração, depende a parte que entrou em contato e com o que entrou em contato. Se houver material potencialmente contaminante na área externa do ânus, pode haver algum risco. se não for este o caso, não.

  38. Bom dia Drª. Eu em torno de um ano atrás me relacionei com uma mulher a qual eu descobri q seu ex-marido era soropositivo a mais ou menos 4 anos, e inclusive ela tem uma filhinha que n aparentava ter nada, a filhinha era bebê, tivemos algumas relações sexual anal, vaginal e oral, essa ultima tanto eu qt ela fizemos e sempre sem camisinha, eu sempre gosei dentro dela, anal ou vaginal, qual a probabilidade de eu ter contraido o HIV? Nesse tempo em pouco mais de um ano eu n senti nada demais.

  39. Dra Keilla, parabéns pelo trabalho de buscar informar as pessoas sobre suas preocupações.
    Eu tive uma exposição recebendo sexo oral desprotegido de uma amiga, a qual afirma não ter preocupações com seu estado de sáude pois realizou exames faz uns 6 meses sem ter nenhum resultado positivado para sorologia.
    Vi aqui seus posts dizendo que receber sexo oral não é atividade de risco. Mas mesmo assim estou megapreocupado. Hoje faz 13 dias da relação e já faz 1 semana comecei a sentir uma amídala mais inchada. Isso não deixa de ser incomum para mim, pois em estresse eu somatizo muito nessa área da amídala.
    Pode comentar por favor? Obrigado

  40. Olá Dra..me furei com uma agulha ao coletar sangue de um paciente no entanto levei a amostra dele para análise e deu não reagente já se passaram 1 mes devo repetir?

  41. Dra. Recebi sexo oral desprotegido num banheiro público, alguns dias após surgiram algumas bolinhas e umas pintinhos vermelhas no pênis , posteriormente tive falta de apetite e perca de peso com diarréia e a barriga inchada , e a cerca de uma semana minha língua está esbranquiçada. Posso ter pego HIV ? Cerca de uns 28 dias após essa situação fui a um CTA e realizei um teste rápido que deu negativo , devo fazer novamente ?

      1. Contato com Travesti em sexo oral sem preservativo ha risco? Tou com mesmo sintomas, mais deu manchas vermelhas na palma da mao e dor, na palma do pe tbm

  42. Dra. Por favor, verifique meu caso. Há cerca de 3 meses transei com uma garota de programa, provavelmente soropositiva. Usei camisinha. Porém, no meio do sexo tirei a camisinha para trocar, e nesse momento, com ela de costas (de quatro), rocei por algum tempo o corpo do meu pênis (não a glande, apenas o corpo) em seu anus e depois acidentalmente passei meu pênis (agora sim, a glande) pela sua vagina, por fora, algumas vezes, tendo contato com sua secreção. NÃO A PENETREI sem camisinha em nenhum momento, mas minha mucosa teve contato com as secreções vaginais dela. O ato terminou e depois que ela foi embora senti uma espécie de oleosidade do meu pênis. Lavei. Cerca de 3 dias depois eu estava com o que foi diagnosticado como ‘balanopostite por candida’. Fiz o tratamento e melhorei. Mas estou bem preocupado.

    Qual a taxa de risco de ter havido uma contaminação por HIV?

    Esse episódio tem 3 meses e farei o teste rápido amanhã.

    Obrigado.

  43. Boa noite Dra
    Durante realização de um procedimento – retirada de cisto- ocorreu o rompimento do mesmo e o líquido contido entrou em contato com a mucosa de um dos meus olhos.. Esse tipo de fluido contém vírus HIV ?

  44. Doutora, fiz testes com 30, 60, 120, 180 e 240 dias depois do risco. Todos não reagentes. Tenho inguas na virilha. O médico diz que não é nada. É normal uma ingua não ser nada? Pode ser hiv?

  45. DR. sai com uma GP, de sorologia desconhecida porém bem cuidadosa até sexo oral só fazia de camisinha, acontece que não tive uma ereção completa e ao tentar penetrar a camisinha ficou dentro da vagina retirei o pênis na hora, caso ela seja soropositiva o risco neste caso é alto.

      1. Se vc sentir que a camisinha saiu na hora e ter dado umas 4 enfiadas apenas o risco é muito?
        Obs. Sexo pênis vagina, na mesma hora lavei com água

  46. Doutoura eu sai cm uma mulher em setenbro do ano passaado dia 6 ai 71 dia depois fiz um enxame q detecda antígenos e anticorpos p24 seu nao reagente ai em janeiro dia 31 fuz outro q o elisa tericeira geracao negativo denovo os dois seu uma janela d 148 dias eu tava d camisinha so q a camisinha estorou bem na hora q eu tava gosando ai gosei tirei fizo sexo oral nela tabem posso confiar no enxame obrigada

  47. Tenho carocinho movel no pescoço, na mandíbula, porém não tenho nenhum processo infeccioso e tenho eles tem mais de 5 meses, ja fiz um teste hiv rapido dpois de 11 mês da relação de risco e deu negativo, n sou circuncidado mais foi sexo vaginal numa garota de programa preservativo rompeu e ficou pouco tempo, troquei de preservativo na hora que percebi, o que me diz sobre isso? Nao moro no brasil, e dificil ir a um infecto queria saber sobre sua opniao me ajude por favor o que você acha, acha que não preciso preocupar mais?

    1. com relação ao HIV esta descartado se não houveram outras exposições, mas quanto a possível causa desse carocinho, só te avaliando pessoalmente mesmo e realizando exames se for indicado.

      1. Tive uma relação com uma GP fiz sexo anal e vaginal COM CAMISINHA e ela fez oral em mim sem. Qual probabilidade de contrair alguma doença?

  48. Boa noite doutora. Hoje fiquei com um rapaz, e fiz sexo oral nele, porém como está frio, meus lábios estão um pouco ressecados e durante o ato meu lábio inferior acabou rachando, o rapaz produzia muito líquido pré ejaculatório. Agora eu to com medo de ter pego HIV ou outra coisa, falei com ele e o mesmo disse pra eu não preocupar. Queria saber se é muito alta a possibilidade de contagio nesse caso. Obrigado!

    1. O risco está dentro do exposto no artigo. A menos que o rapaz faça exames e dê negativo, nesta caso pode ficar despreocupado para HIV mas ainda assim pode pegar outras ISTs, sugiro que converse e faça um acompanhamento com um medico infectologista pessoalmente.

  49. Olá, a algum tempo estava conversando com uma pessoa soro positivo, quando uma gotícula da saliva dela pegou nos meus lábios.Não dei muita atenção na hora, mas lembrei que uso aparelho ortodôntico e na minha boca as vezes aparece pequenas marcas do aparelho.
    Observei minha saúde por alguns meses para ver se desenvolvia febre, ou qualquer outra doença, nenhuma apareceu.
    No entanto sou um pouco paranoico e estou preocupado com esse ocorrido.
    Gostaria de saber quais as chances.

  50. Doutora Boa noite.
    É comum a faringite na fase aguda como único sintoma?
    E quais as características desta faringite?
    Pois estou a 2 semanas com a garganta irritada, “ardendo” nem um outro sintoma como febre.
    E talvez pela preocupação tive alguns episódios de diarréia.
    A minha exposição não foi de risco há 1 mês. Usei preservativo mas fiquei com receio de ter exposto o genital às secreções no momento que retirei o preservativo.

  51. Olá doutora, fiz sexo oral numa mulher de sorologia desconhecida por 5 minutos, mas apenas em seu clitóris (q estava seco), tomei cuidado de fazer apenas no clitóris, acredito não ter entrado em contato com fluído vaginal, pois fui cuidadoso, depois usamos preservativos. Eu estava com dor na garganta e depois olhando no espelho, vi q a amígdala estava irritada (vermelha). Existe a possibilidade de ter contraído hiv?! Estou muito preocupado, obrigado!

  52. Dra, fix sexo anal com preservativo e sexo oral receptivo com um parceiro eventual, que após uma semana me confessou ser soropositivo há 5 anos.Ele me disse que tem carga viral indetectável desde o início do tratamento com a TARV, por volta de 5 anos também, e nunca precisou modificar o tratamento. Não houve ejaculação anal ou oral.quais os riscos de contaminaçao nesses casos? estou muito angustiado. Fiz um ELISA de 4a geração 9 dias depois do ocorrido e foi não reagente.

  53. Dra Keilla, tenho um dúvida diferente
    Como pode tanta gente pegar hiv sendo que os riscos, exceto o de ttransfusão, são tão baixos?
    Ou a maioria das infecções ocorrem depois de inúmeras iimprudências com um portador do vírus?
    Antes de eu ver essa tabela eu achava que era qse certo o contágio após uma exposição

    1. Existem vários fatores que podem aumentar o risco, como carga viral da pessoa fonte. mas o risco nunca é de 100%, nem mesmo nas transfusões de sangue com sangue contaminado, apesar de ser bem provável.
      Por isso que vemos muitos casais que depois toda uma vida juntos com vida sexual normal e descobrem que um deles estava com o vírus provavelmente há vários, o(a) conjugue pode ainda assim não estar infectada.

  54. Dra. Leila,
    Boa noite.
    Retornei um relacionamento antigo com meu namorado.
    Aconteceram dois episódios diferentes e estou preocupada…
    1- estava com herpes na boca e acabamos nos beijando.
    2- Não cheguei a ter relação sexual com penetração, porém por alguns segundos passou o pênis em minha vagina sem camisinha, externamente, sem penetração.
    Depois de um mês, me contou que era soropositivo a cinco anos, me informou que toma antirretroviral e faz acompanhamento com exames para saber se está tudo bem a cada 6 meses, porque faz parte de pesquisas.
    No caso do herpes na boca posso ter a possibilidade de contrair o vírus?
    E no caso do contato com minha vagina sem penetração, posso ter me contaminado?
    Por favor, preciso de informações e ajuda.
    Isso tem 3 meses, não sei se já posso fazer o exame para hiv ou se tenho que aguardar mais tempo.

    1. No caso do herpes na boca posso ter a possibilidade de contrair o vírus? – Não
      E no caso do contato com minha vagina sem penetração, posso ter me contaminado? – risco pequeno e se ele tiver carga viral indetectável, praticamente zero% de risco.

  55. Olá, Dra. Keilla. Parabéns por esse trabalho de informar sobre uma doença cheia de mitos. Minha dúvida: uma escova de cabelo com cerdas muito duras e grossas (que machucam e tinha sido usada há cerca de 10 minutos), caiu de uma altura grande sobre a pele do meu braço. O machucado foi pequeno. Há risco de transmissão do hiv dessa forma? Obrigado

      1. Muito obrigado! Dra. Keilla Freitas, o Ministério da Saúde deveria usar a sua página como referência. É o melhor e mais completo guia de informações sobre dst/aids do mundo. Parabéns.

  56. Dra., tive relação sexual com uma gp, sexo vaginal e anal com preservativo. No entanto, em determinado momento ela introduziu o dedo na vagina e posteriormente chupou, depois disso nos beijamos.

    Toquei o clitóris dela com a língua por alguns instantes e também recebi sexo oral sem preservativo.

    Corro riscos?

  57. Olá,Dra.gostaria de saber qual o risco de se contaminar com o vírus HIV em decorrência do Semen de um ficante escorre pela minha vulva parte externa da vagina?nao chegou a entra na vagina apenas escorreu pela parte da vulva Dra,.qual a o verdadeiro risco?

  58. Doutora, boa noite! Tive uma relação com um soropositivo no início do mês e 22 horas depois iniciei o PEP. Fui ativo no ato sexual anal, usei camisinha porém ela estourou durante a ejaculação. Ele tem carga viral baixa: 219 (fez o teste no mesmo dia). Estou tomando devidamente os remédios no horário. A chance de eu ter contraído algo é mesmo baixa?

  59. Gostaria de fazer uma pergunta uma camisinha que rasgou mas logo em seguida parou o coito .
    Ouve a lavagem do pênis quais as chances de se contrair um hiv ? Sexo pênis vaginal

  60. Meu parceiro é Soropositivo com carga viral indetectável. Posso ter relação sexual anal e oral sem camisinha?

  61. Boa noite dra, td bem?
    Durante a penetração vaginal com uma garota de programa
    de sorologia desconhecida (ela disse que havia feito exames de rotina há 3 meses e td ok) o preservativo rompeu! Segundo ela, o rompimento ocorreu quando removi o pênis de dentro pois ela escutou um barulhinho, tipo um pequeno estalo, no momento. Não entrei em pânico, mantive a calma e a concentração e trocamos o preservativo por um novo para finalizar. Logo que terminei, fui lavar o pênis com bastante água, pois não havia sabão. Caso o rompimento tenha ocorrido dentro da vagina e a exposição aos fluídos vaginais (misturado com bastante lubrificante!) tenha sido algo em torno de 1 a 5 min, o risco de infecção pode ser menor ainda do que o Vaginal Insertivo 5:10.000 ? Seria prudente fazer o PEP? Grato!

  62. Dr. Keilla, tive há 3 três dias, sexo anal desprotegido com um parceiro de sorologia desconhecida. Não houve ejaculação e o coito durou cerca de 20 minutos. Na ocasião não percebi qualquer sangramento na minha cavidade anal ou eventual fissura na região do ânus. Dentro deste cenário, seria possível a transmissão do vírus mesmo não havendo contato do material (possivelmente) infectado com a corrente sanguínea do receptivo?

  63. Tive uma relação com uma pessoa, antes de colocar a camisinha coloquei o pênis rápido sem camisinha e tirei, foi bem rápido, posso ter pego algo?

  64. Boa Noite doutora, tudo bem? Hoje eu saí com uma GP e houve relação vaginal, sem camisinha, por alguns minutos (não lembro exatamente quanto, provável que uns 10). Logicamente, após o erro me desesperei e corrí ao Emilio Ribas e iniciei a PEP com umas 4 horas de diferença do momento da relação, sou circunsisado e não houve ejaculação, minha chances são diminutas? em tempo, para as outras possíveis doenças posso realizar os exames quando, para caso positivo realizar o tratamento profilático o mais rapido possível. Obrigado desde já

    1. Procure um médico infectologista para que ele peça os exames necessários. vc precisa realizá-los o quanto antes para saber se já não possuia alguma infecção sem saber e depois com pelo menos 30 dias após a exposição. o medico precisa ver também seu histórico vacinal.

  65. Dra. como vai? Se a pessoa HIV positivo colocar o semen que ejaculou na própria boca e depois fazer sexo oral em mim, corro risco de infeccao? Sou circuncidado. Obrigado

  66. Dra por favor e possivel em 8 meses a pessoa n produzir anticorpos e ter apenas p24 nesse periodo e fazer um exame que era apenas anticorpos e dar falso-negativo a procura manual o laboratorio disse, ou pode ser loucura da minha cabeça?

  67. Dra, boa tarde.
    Tive um comportamento de risco no dia 02-06 (sexo vaginal sem preservativo) 45 dias depois notei inflamação das ínguas na virilha, dias depois nas axilas e pescoço. Nenhum outro sintoma típico da fase aguda. Andei lendo que os sintomas ocorrem de 2 a 4 semanas após o contacto com o vírus. No meu caso apareceu após 6 semanas, é normal? Gostaria de saber também se é comum o sintoma aparece sozinho (sem febre, fadiga e afins). Vou fazer o teste rápido segunda. To muito angustiado, me deseje sorte. Abraço.

      1. Doutora pode me tirar uma dúvida? Eu vou sempre no shopping fazer massagem pois tenho tendinite e aconteceu que depois que terminou a massagem percebi que o massagista avião me arranhado no braço , isso oferece risco de contaminação?

  68. Ola doutora, fiz sexo anal sem camisinha porem nao houve ejaculação, foi interrompida antes, queria saber qual o risco de contaminação de DST que corro?

  69. Trabalho em hospital. Eu estava usando luva de procedimento e ao manipular seringa contaminada com sangue de paciente sabidamente HIV positivo, o bisel esbarrou no meu dedo. Senti a ponta da agulha no meu dedo, fez um pequeno buraco na liga mas o meu dedo sequer sangrou. Há algum risco?

  70. Olá Dra,e o seguinte fiquei com uma pessoa que conhece na balada ontem.o que estou preocupada e em relação a mão dele,dedos sujas de semen que tocou na minha vulva,,clitores para a musturbacao.qual o risco de contrair HIV Dra?estou traumatizada com essa situação?qual o risco de eu está contaminada?

  71. Dr. Fix sexo anal desprotegido com uma mulher, fizemos umas 3 vezes, ela sendo soro positiva a chance de eu ter sido contagiado é alta?
    Uma outra duvida, andei lendo sobre dsts e li algumas coisas que nao tinham uma resposta clara. Se uma pessoa que tem herpes e tbm tiver hiv ela pode transmitir as 2 doencas para seu (s) parceiro(s)? Se ela transmitir a herpes o hiv vai junto?

    1. Quanto a primeira pergunta, a reposta está no artigo.
      Quanto a segunda pergunta, se a pessoa fonte tem as duas doenças pode passar qualquer uma das duas, ou ambas. São independentes.
      Mas a pessoa que se expôs, se possui uma lesão genital na hora da exposição, aumenta o risco de se infectar.

  72. Olá doutora , à cerca de 3 meses exatamente, mais precisamente 92 dias, tive uma situação de risco ao colocar o meu pênis dentro de uma miúda que tenho duvidas se terá ou não HIV, ela também me fez sexo oral, e eu lhe fiz uma única vez. Fiz o teste Eliza 4 geração à data dos 90 dias exatos. Deu não reagente, posso descansar a cabeça ou aconselha que repita mais uma vez para casos tardios de conversão? Estou receoso disso

    1. E tenho dores de cabeça , pintas vermelhas na glande muito pequenas, dor de barriga , e comichão. A situação de risco foram uns 10 segundos sem camisinha e sem ejacular dentro dela. E o sexo oral … Estou muito ansioso dr.

  73. Dra, parabéns pelo site!!
    Tenho uma dúvida. Se numa relação homoafetiva o ativo insere o pênis num passivo, o que seria o material biológico infectante se não houver sangramento? A secreção anal sem presença de sangue poder conter o vírus?

    1. Fissuras e pequenos traumas que ocorrer durante a penetração anal podem ocorrer sem serem perceptíveis a olho nu.
      o risco é maior para quem recebe o sexo anal, mas para quem introduz também.

  74. Doutora Boa Noite!!
    Pratiquei Sexo anal insertivo COM preservativo, porém tenho uma verruga pequena na região pubiana na base do pênis ( o médico irá remover) representa riscos? Fiz um TR com 33 dias, sendo negativo!
    Obrigado por sua atenção!!

  75. Dra, existe risco nesse meu caso ? Fiz sexo vaginal e oral ambos com camisinha, porém ela sangrou e escorreu um pouco em mim e eu havia me depilado e estava com a pele meio irritada. Qual o risco nessa situação considerando que ela é de sorologia que desconheço ?

  76. Dra tive relação com uma garota de programa que fez sexo oral em mim sem camisinha. Não fizemos sexo. Porem acredito que ela esteja com hiv e sem fazer tratamento. Estou muito preocupado com os riscos da exposição. O fato ocorreu há 12 dias e estou sentindo todos os sintomas da fade aguda. Passei por 4 médicos e todos disseram que estou preocupado sem necessidade. Me pediram pra fazer exames mas estou com medo. Sem contar que tem essa história de janela imunológica. Me ajuda pelo amor de deus, estou quase morrendo de tanta ansiedade. Muito obrigado

  77. Dra Parabéns pelo seu trabalho queria saber se a risco de pegar HIV através da inoculação mucosa feita por mãos contaminadas com secreção sexual , que nem estava masturbando uma mulher e depois me.masturbei e meu dedo entrou em contato com meu prepúcio , corro algum risco , obrigado

  78. Bom dia, Doutora Keilla Freitas!
    No dia 02/08/2017, fiz sexo vaginal com uma garota de programa, entretanto o preservativo se rompeu, ficando menos de 10 segundos em contato com a parte interna da vagina da mulher, logo em seguida coloquei o preservativo e continuamos a relação.
    Minha pergunta é se eu tenho risco de ter me infectado com HIV ou outra DST?
    Desde já, agradeço-lhe!

  79. Olá Dra bom dia , minha duvida é entre essa troca de secrecao pq meu dedo estava com o líquido marginal e acabei pegando no meu prepúcio? Desculpe pela falta de conhecimento

  80. Dra. boa noite! Sou estudante de Odontologia e gostaria de saber os chances de se infectar caso ocorra um acidente perfurocortante e o paciente esteja infectado. E sobre a profilaxia PEP poderia evitar a contaminação?

  81. Doutora, Fiz sexo anal com uma garota que nao conheço, usei camisinha mas a camisinha nao chegou ate a base do pênis, no meio da relação ela acabou escorregando para a glande, logo que senti já coloquei ela novamente, você acha que essa única penetração é suficiente para me contaminar ?( caso ela tenha aids pois ñ a conheço ) Devo fazer o teste ?

  82. doutora rash cutâneo da pra espremer? Parece com cabelinho inflamado ou espininhas to com umas assim porem da pra espremer e sai tipo um negocinho branco parecendo espinha mesmo ou pus, isso pode ser rash de hiv, e se for rash so veio aparecer agora depois de 9 meses de situação de risco ?

  83. Com 2 anos de relação descobri q meu noivo está com aids. Fiz exame de 4 geração e Deu NÃO REAGENTE. Posso considerar o exame negativo?

  84. Cortei na fechadura da casa de soropotivos. Sangrei, a fechadura é pontiaguda, cortam-se com frequência. Há risco?

  85. Fiz sexo com casal de amigos casados, homem (vaginal e oral) e mulher (oral), sem uso de preservativo. Quais as chances de contrair hiv?

  86. Dr se uma garota hiv positiva passar o preservativo na sua vacina ou contamina-lo de alguma forma e eu usá-lo a seguir corro algum risco?

  87. dra adoro seu site muitoo bommm Estou fazedo Pep estou no 4dia porem alguns dias tomei as 7:00 outros 7:10 da manha tem algum problema?

    1. Como esta sendo sua experiencia c a pep?amanha é meu ultimo dia estou com fezes moles tudo que como vou ao banheiro imediatamente.

  88. Dra um exame., 270 (9 mes ) um pouco mais ainda, exclui o caso? Tenho medo do laboratorio ” nao ser de confiança ” .

  89. Ola Dr
    Se um cara com HIV coloca o dedo na lingua e pega saliva com sangue e coloca o dedo na cabeca do pau do parceiro a risco ?

  90. Certo dra, mas qualquer exame que eu fizer com 9 meses, falso negativo seria so se fosse erro do laboratório certo? Pois ja sai da janela..

  91. Tenho um irmão HIV+ Caso ele se masturbe no banho, há risco de contaminação pelo contato com a pele não íntegra (pé de atleta)?

  92. Dr. recebi o sexo oral de uma garota sem camisinha. Tirando o HIV,
    as outras DST precisam de uma janela para serem detectadas ?

  93. Dra fiz um teste anticorpos teste rapido hiv 8 meses (240Dias) negativo, porem nao sei a geração e se ele n procura igG e igM juntos?

  94. Pênis com pênis de soropositivo com soro negativo transmite HIV? É isso junto com beijo na boca e receber sexo oral?

  95. Dra. Keilla, qual a probabilidade de contrair DST/HIV de uma GP, devido a camisinha romper durante o sexo vaginal?

  96. Fiz sexo vaginal/anal com uma mulher sem proteção. Acabei pegando gonorreia. Quanto tempo para fazer teste de AIDS?

  97. Dra tomei vacina hpv e fiz exames de sangue, hiv, hepatite C, e exame de urina, pode da alteraçao em algo?

  98. Bom dia ,fiz e recebi sexo oral sem preservativo estou correndo muito risco de ter contraído HIV caso ela seja portadora ?

      1. Dra. Keilla, boa noite! Essa probabilidade significa que teria que se fazer 10.000 relações de sexo oral ATIVO para que ocorresse uma infecção?

        Grato desde já,