Você está aqui
Home > HIV/AIDS > Sintomas de Infecção Recente pelo HIV

Sintomas de Infecção Recente pelo HIV

Infectologista - Sintomas de Infecção Recente pelo HIV
Compartilhe

Os Sintomas de Infecção Recente pelo HIV são chamados de Síndrome Retroviral Aguda.

Não podemos esperar que uma pessoa apresente sintomas para fazer o diagnóstico do HIV, pois muitas vezes estes sintomas aparecem apenas em fases tardias da doença, quando a imunidade já está muito baixa. Sabemos que quanto mais cedo iniciarmos o tratamento, maior a expectativa e qualidade de vida.

Muitas pessoas passam pela fase aguda do HIV sem sentir nada, mas outras podem apresentar um conjunto de sintomas logo após a infecção, que por ser inespecíficos e autolimitados (acabam sozinhos), muitas vezes acabam passando desapercebidos.

Também chamada de infecção aguda, primária, recente ou precoce, a síndrome retroviral aguda (SRA) pode aparecer em 40 a 90% das pessoas e geralmente começa de 2 a 4 semanas após a infecção, mas já foram registrados casos que começaram 10 meses após o primeiro contato com o vírus.

Sintomas de Infecção Recente pelo HIV Podem Ser:

  • Febre de até 38,9ºC;
  • Cansaço;
  • Dor muscular;
  • Adenopatia (linfonodo aumentado, também chamado de gânglio ou íngua):

Aparacem principalmente em axilas, pescoço e nuca. Costumam aparecer após 2 semanas da infecção e posteriormente reduzem seu tamanho, podendo desaparecer ou não;

  • Dor de garganta:

As amígdalas ficam inchadas e vermelhas, mas geralmente não possuem aquela secreção branca ou amarelada que vemos nas amigdalites bacterianas, apesar de poder apresentar tonsilite em um dos lados ou até mesmo ambos;

  • Úlceras mucocutâneas:

Úlceras dolorosas com fundo branco e vermelho em volta podem aparecer dentro da boca, ânus, pênis ou esôfago. Devem ser descartados outros diagnósticos como herpes, sífilis ou cancro;

  • Rash:

Um vermelhão que pode acometer todo o corpo ou apenas tórax, pescoço, face, palmas das mãos e plantas dos pés. Pode coçar um pouco, mas geralmente isso não ocorre. Aparece de 48 a 72 horas após o contato com o vírus, associado a febre, e vai embora depois do 5º ou 8º dia;

  • Sintomas gastrointestinais:

Náusea, diarreia, falta de apetite, perda de peso. Casos mais graves como hepatite ou pancreatites são mais raros;

  • Sintomas neurológicos:

Dor de cabeça e dor atras dos olhos, principalmente ao movimentá-los. Casos mais graves como meningites ou síndrome de Guillain-Barré, estão descritos, mas são muito raros;

  • Manifestações respiratórias:

Tosse seca, falta de ar e baixa oxigenação sem causa infecciosa aparente;

  • Infecção oportunista:

É muito raro nessa fase da doença, mas quando aparece, geralmente se manifesta como candidíase oral.

Fonte:


Compartilhe
Dra. Keilla Freitas
CRM-SP 161.392 RQE 55.156-Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.


https://www.drakeillafreitas.com.br/quem-somos/

777 thoughts on “Sintomas de Infecção Recente pelo HIV

  1. Dra., fiz um exame de quarta geração, 19 dias depois da suposta exposição e deu negativo. Vi numa cartilha do Ministério da saúde que tal exame consegue detectar a proteína p24 em 15 dias após a infecção. Devo confiar no exame ou devo fazer outros?

  2. Dra , boa tarde.
    Recebi sexo oral de um garoto de programa sem proteção; não houve ejaculação. Porém ele sarrou com muita brutalidade ( tara ) . Estou com tosse e só. Sou pai de 3 filhas. O que devo fazer? Já estava usando truvada a 3 meses.
    Att.

  3. Doutora Keilla, tive relação sexual dia 07/10 com uma pessoa do grupo de risco (garota de programa), fizemos tudo com camisinha, sexo oral e vaginal, conferi 3 vezes se a camisinha estava no lugar. . Desde do dia 16/10 (9 dias depois da relação) estou com dor de garganta, leve febre chegou a 37,8 e tosse com catarro verde as vezes. Podem ser sintomas da fase aguda?

  4. Doutora, tive um comportamento de risco há 26 dias atrás, fiz sexo vaginal sem camisinha com uma pessoa que tinha acabado de conhecer, perguntei a esta pessoa se ela tinha o HIV e ela disse que não, mas não convenceu. Desde então não consigo mais dormir e não paro de pensar nisso, de ontem pra hoje minha garganta começou a doer e apareceram bolinhas vermelhas na base da língua. Sou hipocondríaco e preciso saber a janela imunológica mínima para um teste com precisão, Por favor me responda!

  5. Bom dia Doutora,
    Eu estou com pontos vermelhos no meu corpo por 5 dias já. Eles estão localizados em minhas pernas, braços e um pouco na barriga. Não são muitos. Eles coçaram no início. Eu não estou com nenhum outro sintoma de HIV, mas é possível eu estar com o vírus?

  6. Doutora, Teste Elisa 4 geracao nao reagente apos 3 meses da possivel exposicão, porem citomegalovirus e epstein-bar igm negativos e igg positivos com valores altos. É possível estar em fase aids, talvez de alguma relação antiga, mesmo os testes anti hiv dando não reagente?

  7. Dra boa tarde. Visualizando os comentários identifiquei dois casos identicos ao meu. Infelizmente o Alex e o João José não deram informações sobre diagnóstico. Tive uma relaçao desprotegida a tres meses e desde então sinto uma irritação na pele diária, fadiga, dor nos olhos, indomodo no intestino, feses moles e ganglios no pescoço. Fiz diversos exames e todos deram negativo. Também tive irritação na garganta.

  8. Tive um sexo desprotegido há dois meses e fiz testes por duas vezes todos foram negativos,no entanto duas semanas depois do acto comecei a sentir gripe forte, fraqueza,febres ligeiros e olhos a doer. continuo ter a gripe ligeiro,piora quanto bebo algo gelado (🍺), fraqueza nas articulações as vezes sinto uma sensação que passam uma agulha nas veias na zona das cochas e barriga do pé,sinto muita preguiça até para mexer os dedos das mãos e 3 semanas tive uma ferida na boca como aftas, será HIV?

  9. Oi doutora
    Há 6 meses tive uma relação de risco com uma pessoa , depois do 3 dia comecei a sentir sintomas como dores e náusea que me duraram mais de 3 meses aparições de ínguas , queimação na sola dos pés . Hoje após 6 meses ainda sinto sintomas , sinto dores dentro da boca no céu da boca ,
    Fiz os exames completos de sangue com 30 dias com 120 dias .
    Todos resultaram negativos , o médico disse que não peguei nada , o problema é que os sintomas são reais .

  10. Oi Dra. Então tive uma relação sexual sem proteção com uma pessoa q desconheço sua saúde sexual, isso já tem 1 mês de lá pra cá minhas amidalas infeccionaram, eu tenho hemorróidas e elas estão saindo um líquido viscoso e de mal cheiro, estou com diarreia sem estar doente, posso estar com HIV?

    1. Não são sintomas típicos de infecção aguda, mas se houve exposição, os exames pertinentes devem ser feitos independente de ter sintomas ou não. além disso. você deve buscar atendimento medico para te avaliar pessoalmente.

  11. Boa noite Dra, gostaria de sua ajuda, estou preocupado. Tive relação com uma pessoa e fizemos sexo anal, no ato a camisinha rasgou, fui ver somente na hora que tirei o pênis, depois de uma semana o pescoço e nuca estão doloridos a garganta inchada e irritada e e apareceu uns caroços na região da garganta (pescoço). Estou muito preocupado posso ter pego alguma doença até mesmo hiv? Meus exames saem somente dia 25

  12. Após sexo oral com pessoa do grupo de risco, fiz exames Igg e Igm para Herpes e constaram 3,0 Igg reagente, Igm, Tipo 1, apareceram feridas em meu pênis que cicatrizaram após o uso de Penvir Labia e Valtrex, após uma masturbação as bolinhas vermelhas voltaram, posso ter contraído outra DST? Há risco de HIV?

  13. Olá Dra estou preocupado fiz sexo oral em uma garota e na semana seguinte apareceu uma ferida no pênis parecendo candidíase fiz uns testes rápido de HIV sífilis e hepatite todos deram negativo vou ter que voltar após 30 dias pra fazer de novo já faz quase 3 semanas da desconfiança não tive sintomas nenhum apenas notei algum mal estar como tontura repentina estou preocupado pode tirar minha dúvida obrigado

  14. Dra. Tive uma relação sexual com uma garota de programa e uma transex, recebi sexo oral sem preservativo e fiz sexo anal insertivo mas utilizei preservativo, no dia seguinte notei uma vermelhidão em meu pênis que depois virou uma ferida, mas neste meio tempo tive inflamação na garganta, indisposição, e um pouco de febre, fiquei muito preocupado, você acha que posso ter contraído HIV, devo fazer o exame?

  15. O sexo oral é perigoso ser infectado ou não ? mesmo se tiver algum machucado alguma ferida na boca?

    Obrigado

  16. E apos três semanas passei no.medico ele passou remédio, para infecção de urina por conta de uma dor somente é ja sarou ,mas não tive febre, nem dor no corpo, nem.diarreia, nem feridas vermelhas no corpo, nem cansaço, continuo normalmente. sexta feira saiu uma ferida na minha boca tipo afta, e algumas pontadas no corpo em.lugares diferentes, mas nada que incomoda.
    Devo me preocupar, ?

  17. Dra tive uma relação com uma garota de progama há 3 meses e desde o dia seguinte sinto uma coceira e formigamento. Também tive fraqueza, mal estar e ingua no pescoço. Fiz testes de 4 geração com 30 e 60 dias e deu negativo. Pode ser HIV? O que mais pode ser?

      1. Doutora depois de 6 meses relação desprotegida , sinto sintomas todos os dias dores céu da boca e dificuldade em respirar , fiz exames depois de 120 dias deram negativos , o médico acha que estou inventando , porém me sinto mal a 6 meses todos os dias

  18. Tive relação vaginal insertiva protegida com mulher de sorologia desconhecida, mas após 2 semanas tive febre, garganta inflamada, cansaço, coriza, tosse, diarreia. Durou quase 2 semanas, tratei com anti-bióticos, pois no RaioX deu muita sinusite no meu crânio. Pensei na possibilidade de HIV, fiz o exame com 31 dias e deu negativo. Preciso fazer novamente?

    1. isso não é referente a infecção por HIV mas sugiro procurar um médico para te avaliar e pedir os exames pertinentes. além disso, após o tempo e janela de uma relação de risco, deve-se fazer exames para as infecções sexuais independente de apresentar sintoma ou não.

  19. Dra, estou no último dia da PEP. Camisinha saiu e “sumiu” porém não senti contato com a mucosa vaginal da parceira, na hora não dei importância mas comecei a me preocupar e comecei a PEP 40 horas.
    Durante a PEP senti alguns sintomas como dor muscular (comum para mim) e hoje acordei com dor de garganta (comum quando tenho refluxo, PEP também me causou refluxo)
    Planejo esperar 2 semanas para fazer o exame, quão preocupado eu deveria estar? Obrigado por fazer este trabalho, Doutora.

  20. Dra. Depois de 35 dias de exposição tive tosse seca por duas semanas sem catarro e sem dores de peito, cabeça, e sem nenhuma outra dor muscular apenas tosse seca, fiz teste de hiv deu não reagente, pode ser hiv?? Estou precupado, por favor me ajuda! A minha namorada também fez teste e deu negativo

    1. provavelmente. estes sintomas não têm relação com infecção pelo HIV mas para ter certeza, deve repetir teste de 4ª geração 90 dias após a exposição de risco para encerrar o caso.

  21. Dra boa tarde. Tive uma relação de risco e já no dia seguinte eu comecei a sentir um forte formigamento no corpo. Desde então sinto fraqueza, formigamento, diarréia e estou com um ganglio no pescoço. Já se passaram 64 dias e os sintomas não passam.

  22. dia 18 de julho, tive uma relaçao sexual com uma mulher e o preservativo estourou, parei o ato imediatamente, no sabado tive febre, tosse, e a garganta irritada levemente. Estou preocupado se contrai o virus, de acordo com o que li, os sintomas aparecem depois de 5 dias. Ja estou no 18°dia e nao apresentei sintomas mencionados, mas estou com a pele na parte da testa um pouco avermelhada e com umas bolinhas vermelhas e depois ela fica normal, mas as bolinhas permanecem

  23. Me ajude Dra, por favor! Tenho médico só daqui 2 sem. Transei c/ garota de programa, usei preservativo e não furou/vazou (sexo vaginal insertivo). Após a transa tive febre no 16º dia (37,7graus), nos dias 16, 17, 18 e 19 tive cansaço físico, dores musculares, garganta irritada, muita coriza, urina muito amarelada . Minha última doação de sangue foi em junho/19 e deu negativo pra tudo (HIV etc). Hoje estou no 21º dia após a transa com camisinha. Estou ansioso e ficando cada dia mais louco

    1. Pelo relatado a relação foi protegida e portanto sem risco quase absoluto para a infecção. os sintomas, provavelmente são de algum processo viral autolimitado, como resfriado comum. O médico irá te avaliar e pedir os exames pertinentes.

Deixe uma resposta

Top