Você está aqui
Home > Vídeos > Campanhas > Campanhas de HIV Assista > Janela Imunológica do HIV

Janela Imunológica do HIV

Infectologista - Janela Imunológica do HIV
Compartilhe

Janela Imunológica do HIV: É o tempo que um teste leva para dar o diagnóstico positivo de uma infecção a partir do primeiro contato com o vírus. Neste período, a pessoa pode já estar infectada e ainda assim o teste ter resultado negativo.

Janela Imunológica do HIV

A janela imunológica muda de acordo com o tipo de teste.

Classificação de Acordo com a Técnica de Realização do Teste

  • Teste Elisa
  • Teste de Western Blot
  • Teste de imunofluorescência indireta
  • Teste Rápido
  • Teste de fluido oral
  • Testes moleculares

Testes de Primeira Geração

Em média, a janela de seroconversão destes testes é de 6 a 8 semanas.

Testes de Segunda Geração

Em média, a janela imunológica dos ensaios de segunda geração é de 28 a 30 dias.

Testes de Terceira Geração

Em média, a janela imunológica dos ensaios de terceira geração é de 20 a 30 dias. Mas pode levar até 180 dias em alguns casos.

Testes de Quarta Geração

Em média, a janela imunológica dos ensaios de quarta geração é de 15 dias, e em casos especiais pode levar até 90 dias após a exposição para ficar reagente como máximo.

Fatores que podem interferir no resultado dos exames:
  • Vacina contra influenza A H1N1;
  • Artrite reumatoide;
  • Doenças autoimunes (lúpus eritematoso sistêmico, doenças do tecido conectivo e esclerodermia);
  • Colangite esclerosante primaria;
  • Terapia com interferon em pacientes hemodialisados;
  • Síndrome de Stevens-Johnson;
  • Anticorpo antimicrossomal;
  • Anticorpos HLA (classe I e II);
  • Infecção viral aguda;
  • Aquisição passiva de anticorpos anti-HIV (de mãe para filho);
  • Tumores malignos;
  • Outras retroviroses;
  • Múltiplas transfusões de sangue;
  • Anticorpo antimúsculo liso.

Para mais detalhes sobre a Janela Imunológica do HIV assista o vídeo abaixo e acesse o link: DraKeillaFreitas


Compartilhe
Dra. Keilla Freitas
CRM-SP 161.392 RQE 55.156-Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.


https://www.drakeillafreitas.com.br/quem-somos/

2.063 thoughts on “Janela Imunológica do HIV

  1. Dra. apos uma relação de risco tive sintomas da fase aguda. Apos 3 semanas: diarreia, febre, fraqueza, perdi 5 kg.
    Fiz testes : 30 dias 4 geracao, 43 dias teste rapido, 51 dias teste rapido, 61 dias 4 geração , 63 dias PCR qualitativo Hiv, todos negativos, preciso fazer mais 4 geracao com 90 dias ?

  2. Bom dia dra, to aqui de novo. Eu fiz um teste de 4g 25 dias após o risco , dei negativo e agora fiz com 49 dias e deu negativo tbm, mas o problema é q eu tive muitos sintomaa e ainda tenho: Ingua na região mandibular, bolinhas vermelhas no rosto e no ombro, o interior da língua tá muito branco e tem umas úlceras n dolorosas e to com fungos na unha tbm, são 2 linha preta na unha

  3. As manchas na pele na fase aguda de HIV parecem espinhas? tem alguma relação sobrancelha estar descamando? O teste rápido feito no SUS após 46 dias da relação se negativo é confiável?

  4. Lendo alguns posts no site, percebi que muita gente tem casos parecidos com o meu, e mesmo após se testando depois de meses, continuam ruins.
    Tenho pintas vermelhas, tendinites, dores atrás da cabeça e inchaços no pescoço, cervical e axilas. Garganta inflama facilmente. Coincidência ou não, minha parceira está com os mesmos sintomas, até as pintas na pele.
    Já fiz exames de 4ªG e PCR até os 140 dias. Alguma chance de os exames darem falso negativo?

      1. Obrigado pela resposta Dra.
        E você acha que mesmo não tendo repetido os exames entre os 140 dias até os 10 meses (agora), e mesmo não tendo melhorado, é necessário repetir os exames que fiz novamente? Fiz 5 exames até os 140 dias.

  5. Bom dia Dra, tive um relação de risco no dia 26/08/19 ( há exatos 43 dias ) e logo após tive gonorréia, fui ao médico e tratei, mas quando bateu 2 semanas após a relação tive uma virose ( resfriado e dor de garganta ) e logo passou. Com 25 dias após o ato fiz teste elisa 4 geração e deu negativo, só que alguns dias depois surgiu uma ingua na região mandibular, uma em cada lado, duas aftas nos labios e o canto da boca estava com acumulo de saliva. Sera que estou com HIV?

  6. Dra. Boa tarde! Tive um contato de risco e apresentei os sintomas após 2 semanas: febrícula 37,3 graus, faringite viral que já dura 3 semanas com ínguas no pescoço), Linfopenia (900) , fadiga extrema, sudorese noturna e perda de peso (7% do peso). Após duas semanas os sintomas sumiram e ficou só uma leve faringite. Fiz o teste Elisa 4a geração, teste rápido e PCR quantitativo com 30 dias após o fato. Tudo negativo. Qual a chance de estar infectado com o HIV?

      1. Dra, bom dia! Repeti o PCR HIV e Eilsa 4ª Ger. com 40 dias e com 60 dias. Tudo negativo/Indetectável. Posso encerrar o caso? O problema é que ainda estou com dor de garganta e ínguas no pescoço que não saram. Por isso minha preocupação.

          1. Estou desconfiando de HTLV. Fiz o exame (ELISA) com 30 dias após a situação de risco (negativo) e refiz hoje. Já li tudo a respeito da doença aqui no seu site. Pode ser que esse vírus tenha alguma manifestação assim logo no início? O que eu sinto são ínguas no pescoço e dor de garganta e dor e vermelhidão nos olhos, sintomas que já duram 46 dias. O que vc acha? Muito obrigado pelo seu tempo.

  7. ola doutora tudo bem?
    eu sai com um garoto sorologia desconhecida, nos beijamos e ele me masturbou não notei a Mao dele. Isso durou 3min . Corro algum risco? MUITO GRATO PELA ATENCAO

  8. Fui no infecto mais nao me deu muita atenção falando que so poderia ver meu caso se der positivo nos exames. Pode ser outra Dsts com esses sintomas? Quais? Me ajude Dra nao consigo mais me alimentar por culpa. Penso em suicidio direto. Esse ultimo teste e de qual Geração? E confiavel? Desde agora agradeço.

  9. Quando poderia descartar essa exposição? Tive alguns sintomas inclusive aumento de TGO e TGP e gama GT fiz testes tambem nesse tempo pra hepatites e nada, Apareceu nodulos duros nas minhas pernas, prurido, coceira, aparecimento de caroços parecidos espinhas, dores no corpo todo, tosse persistente com garganta arranhada, ganglios aumentados nas virilhas com dor. Dores tipo agulhadas no corpo todo, picadas como se tivesse andando no meu corpo bichinhos que mordem. Pode ser HIV com esses sintomas?

Deixe uma resposta

Top