Você está aqui
Home > Vídeos > Campanhas > Campanhas de HIV Assista > O que Fazer Diante de Resultado Indeterminado no Teste de HIV?

O que Fazer Diante de Resultado Indeterminado no Teste de HIV?

Infectologista - O que Fazer Diante de Resultado Indeterminado no Teste de HIV?
Compartilhe

Desde o primeiro contato do HIV com o organismo até o estabelecimento da infecção, existe uma interação do vírus com o organismo e a liberação de vários elementos chamados marcadores.

O diagnóstico do HIV é feito através da detecção destes marcadores, sendo que o marcador que o teste consegue detectar definirá o tempo minimo para se conseguir o diagnóstico por aquele teste. Isto é o que chamamos de janela imunológica.

Dessa forma, os testes que identificam partículas virais ou anticorpos podem apresentar resultado indeterminado. Assista a este vídeo e saiba as causas para este resultado e como procedemos nesta situação.

Veja também mais informações sobre o diagnóstico do HIV:

Diagnóstico do HIV – Onde fazer o teste?

  • Testes comprados em Farmácias (feitos pela própria pessoa)
  • Laboratórios
  • Testes rápidos podem ser feitos, inclusive pelo Sistema Único de Saúde

O que é janela imunológica?

É o tempo que um teste leva para conseguir dar o diagnóstico positivo de uma infecção, a partir do primeiro contato com o vírus.

Neste período a pessoa já pode estar infectada e ainda o teste ter resultado negativo.

A janela imunológica muda de acordo ao tipo de teste.

Os testes para diagnóstico de HIV identificam diferentes estruturas

O medo do diagnóstico

Estima-se que de 50-60 % dos portadores de HIV não sabem do diagnóstico.

Esse atraso ocorre muitas vezes por desinformação ou preconceitos com relação ao HIV.

1 em cada 2 pessoas que faz diagnóstico do HIV possui o vírus no organismo há pelo menos 3 meses

Entre os homens heterossexuais, o problema é ainda maior:

Metade dos homens heterossexuais com HIV fazem o diagnóstico 5 anos ou mais após terem se infectado.

Isso só aumenta o risco de transmissão a outras pessoas.

Cerca de 40% das transmissões são feitas a partir de pessoas que não sabem de seu diagnóstico

Além disso, o atraso no diagnóstico atrasa o inicio do tratamento, o que leva a complicações causadas pelo HIV, não necessariamente relacionadas à baixa da imunidade (leia mais aqui).


Compartilhe
Dra. Keilla Freitas
CRM-SP 161.392 RQE 55.156-Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.


https://www.drakeillafreitas.com.br/quem-somos/

54 thoughts on “O que Fazer Diante de Resultado Indeterminado no Teste de HIV?

  1. Dra, eu fiz um exame de anti HIV 1 e 2 de terceira geração e outro de quarta geração. O de terceira geração deu não reagente em hospital público, o segundo exame feito em laboratório de 4 geração deu como não reagente e no mesmo documento está como indeterminado. Meses antes eu tomei vacina de febre amarela e também de vitaminas. Devo confiar no não reagente? Janela imunológica de três meses.

  2. Doação de sangue feita no dia 12/10 deu NAT não reagente e anti-HIV CMIA 2,60 Reagente . PCR quantitativo feito dia 05/08 NÃO DETECTÁVEL e WB feito no mesmo dia e repetido no dia 14/08 indeterminado (p24 e p55).

    Há possibilidade de não estar infectado?

    Li em um artigo que um WB indeterminado deve ser seguido de PCR qualitativo/quantitativo, caso não seja detectado, o paciente não tem HIV, está correto?

Deixe uma resposta

Top