Você está aqui
Home > HIV/AIDS > Novo medicamento para HIV – Dolutegravir

Novo medicamento para HIV – Dolutegravir

novo medicamento para HIV - Dolutegravir
Compartilhe
  • 14
    Shares

O novo medicamento para HIV – Dolutegravir,  tem seu uso ampliado no Brasil.

 

O novo medicamento para HIV – Dolutegravir  já era usado para terapia de resgate (pessoas com resistência a várias classes de antirretrovirais).

Mas agora suas indicações foram ampliadas.

Vale lembrar que ele não deve ser tomado sozinho.

Como todo esquema de tratamento, ele deve estar sempre associado a pelo menos outros 2 medicamentos de 2 classes diferentes.

 

Quais são as indicações do novo medicamento para HIV – Dolutegravir:

  • Crianças acima de 12 anos e mais de 40kg
  • Pessoas nunca tratadas e que vão começar o tratamento a partir de 16/01/17.
  • Pessoas que tem falha terapêutica com o Efavirenz (carga viral detectável após 6 meses de tratamento diário)
  • Pessoas que possuem alguma contraindicação ao Efavirenz
  • Pessoas com efeitos adversos importantes ao Efavirenz
  • Pessoas com intolerância ao Efavirenz

Exemplos de contra indicação ao Efavirenz:

  • Pessoas com problemas psiquiátricos como esquizofrenia.
  • Pessoas com alergia ao remédio
  • Pessoas que trabalham a noite e não podem dormir em serviço como
  • Pessoas com outros problemas de saúde e que tomam outras medicações que interagem com o Efavirenz
  • Usuárias dos seguintes medicamentos: Fenitoína, Fenobarbital, Oxicarbamazepina, Carbamazepina, Dofetilida, pilsicainida,

Exemplos de sintomas que o Efavirenz pode causar:

  • Depressão, Agressividade ou outras alterações do humor
  • Sonolência durante o dia
  • Alucinações
  • Confusão, despersonalização
  • Pesadelos
  • Perda de memória

(Vale lembrar que tomá-lo junto com carne gordurosa ou álcool aumenta os efeitos sobre o sistema nervoso central)

Muitos desses efeitos costumam passar após 2 a 4 semanas do início da medicação, mas em algumas pessoas persistem.

 

Importante deixar claro que o Efavirenz não sairá de circulação.

Pacientes em uso de esquemas com Efavirenz como o 3 em 1 (Tenofovir, Lamivudina.Efavirenz), que tenham carga viral indetectável e com boa tolerância, não possuem indicação de troca do Efavirenz pelo Dolutegravir.

O Efavirenz ainda é uma ótima opção para tratamentos de primeira linha para pacientes que não possuem contra indicação ao mesmo.

 

Quais são as maiores causas de abandono de tratamento:

  • Intolerância (efeitos adversos como náuseas, dores de cabeça, diarreia)
  • Posologia (muitos comprimidos ou várias tomadas no dia)
  • Interações medicamentosas
  • Eventos adversos (como hepatite, insuficiência renal)

 

O que o uso irregular da medicação do HIV pode causar:

  • Criação de resistência viral aos medicamentos
  • Falha do tratamento (carga viral detectável no sangue)
  • Risco de transmissão para o(a) parceiro(a)
  • Evolução da doença até a fase AIDS
  • Inflamação crônica do organismo

Consequência da inflamação crônica (causada pelo vírus circulando no sangue) a longo prazo:

  • Aumento do risco de doenças cardiovasculares como Infarto do coração
  • Insuficiência renal
  • Perda de massa muscular
  • Enfraquecimento dos ossos, com o aumento do risco de fraturas
  • Demência
  • Entre outros

Vantagens do novo medicamento para HIV – Dolutegravir:

  • Alta potência:

-Alcança Carga Viral indetectável em menos tempo que outros remédios como o Efavirenz.

-Isso não significa que seja melhor.

-Se por um lado, é ótimo pois, com a quantidade de vírus caindo no sangue mais rápido a imunidade se recupera mais rápido

-Por outro lado, com a imunidade se recuperando mais rápido, aumenta o risco de reconstituição imune.

  • Alta barreira genética:

-O vírus não consegue criar resistência a esse remédio facilmente.

-Quando o vírus cria resistência, a pessoa não perde toda a classe do medicamento como acontece com vários antirretrovirais;

  • Administração em dose única dose ao dia
  • Menor toxicidade, garantindo uma maior adesão
  • Tamanho do comprimido (é bem pequeno, fácil de engolir)
Menor toxicidade, garantindo uma maior adesão
Tamanho real do Dolutegravir

 

Como O Dolutegravir combate o HIV?

É um inibidor da integrasse. Na prática ele impede que o código genético do HIV se integre ao da célula humana, impossibilitando sua multiplicação.

 

Como será utilizado:

  • 1 única dose diária  para pacientes sem história de resistência a remédios da mesma classe (outros inibidores da integrase)
  • 2 diárias para pacientes com historia de resistência a outros  inibidores da integrase
  • Usado com pelo menos mais 2 remédios de classes diferentes que podem estar coformulados em um único comprimido)

 

Contra indicações ao Dolutegravir:

  • Não se deve usar o dolutegravir em combinação com a dofetilida ou pilsicainida.
  • Pessoas com alergia conhecida ao dolutegravir ou a algum dos componentes do comprimido
  • Não existe estudos suficientes para liberação de seu uso de gestante

 

Vale lembrar que não existe fórmula de bolo ou fórmula mágica para o tratamento do HIV.

Cada remédio pode ter suas vantagens e desvantagens.

Além disso os vírus não são iguais e podem responder melhor a um ou outro esquema

Por isso a escolha do tratamento deve ser individualizada para cada caso.

Deve ser uma decisão do médico Infectologista que acompanha o caso em acordo com o paciente.

O paciente deve estar ciente dos benefícios e dos problemas que o esquema usado pode trazer afim de evitar abandonos de tratamento ou o uso irregular da medicação.

 

 

Fonte:

 

 

 

 

 


Compartilhe
  • 14
    Shares
CRM-SP 161.392 RQE 55.156-Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.

73 thoughts on “Novo medicamento para HIV – Dolutegravir

    1. Não existe estudos satisfatórios desse medicamentos em gestantes, portante não é uma medicação que deva ser usada na gravidez por não tem estudos provando nem sua segurança para o bebê, nem seus riscos.

  1. O medicamento pode ter como efeito a queda do cabelo? Sobramcelha e impedir crescimento em outras partes do corpo? Estou muito confuso, uma outra pergunta por gentileza.

  2. É possível que no diagnóstico inicial da aids, se faça o teste para sífilis e ele aponte como positivo e na contagem de VRDL ele apareça “Não reagente”, o que significa exatamente isso? Muito obrigado.

  3. Faço o tratamento com (Dolutegravir +tenofovir desoproxila+ lamivudina) uma dose ao dia. Ja há algum tempo eu venho tendo uma reação que não sei se é alérgica ou algum efeito da medicação, ou da própria doença (pele avermelhada principalmente no rosto)
    Meu medico não soube me responder…..Obrigado

    1. Olá. Não consigo dar um parecer sem examiná-lo pessoalmente. Se tiver interesse, pode entrar em contato pelo telefone ou whatsApp: (11) 96338 2866 e agendar um horário de consulta com minha secretária. Será um prazer em poder ajudá-lo.

  4. Bom dia,estou indectavel a 3 anos ,mas estou com falta de vitamina d ,tomo remédio pra reposição e não consigo repor , continua em baixa ,que posso fazer nesse caso ?

  5. Faço o tratamento do dolutegravir sodico a pouco mais de 2 meses q foi substituido por um outro q saiu de linha, junto com o darunavir+ritonavir+fumarato de tenofavir desoproxila e a partir destes meses q comecei a usar esta formação de coquetel n consigo mais dormir n tenho sono de jeito nhm e o pior q nem de dia n sinto sono ja stou ficando preocupada pois passo a noite toda com mto calor e circulando como um zumbi pela casa vou dormi umas 2/3 horinhas de manha vencida pelo cansaço será q é

  6. Iniciei o uso do dolutegravir a 40 dias e sinto um aumento dos gases e arroto constante, pode ser da medicação. Obrigada

    1. Bom dia. Não há registro dessa reação após o uso recente, mas sugiro que procure o médico que está fazendo o acompanhamento do seu tratamento para te avaliar pessoalmente e solicitar os exames necessários, a fim de verificar se o medicamento está lhe causando algum problema intestinal.

  7. Olá, como vai? gostaria de saber se a combinação ou algum deles, Dolutegravir + Fumarato de Tenofovir, contribui para o aumento de peso, pois ganhei mais de 7 kilos em pouco tempo. O que faço?

    1. Desconheço esta relação direta.

      Você precisa ser avaliado pessoalmente pelo seu médico infectologista e com um nutrólogo ou endócrino para investigar que outros fatores podem estar contribuindo para esta alteração.

  8. Bom dia, com a substituição do Efavirens pelo Dolutegravir na terapia tripla, os riscos de lipodistrofia, náusias e mau estar pela manhã podem diminuir?

  9. dra. estou tomando dolutegravir e tendo muitos gases durante todo o dia. Posso tomar um luftal para tentar controlar esse efeito? Por que nao é possivel tomar multivitaminicos proximo ao horario do dolutegravir? Isso aumenta ou diminui o efeito do remedio?

    1. Bom dia. Não há registro dessa reação após o uso recente, mas sugiro que procure o médico que está fazendo o acompanhamento do seu tratamento para te avaliar pessoalmente e solicitar os exames necessários, a fim de verificar se o medicamento está lhe causando algum problema intestinal.
      Em relação às vitaminas, há algumas que podem ser tomadas, mas essas deverão ser indicadas pelo médico que acompanha seu tratamento. Não deve fazer o uso de qualquer outra sem prescrição médica.

  10. Dra …tomo esquema 3/1 …à 3 anos ID mas sofro muito com os efeitos do efavirenz …minhas noites são um terror minha ansiedade triplicou …meu humor nao e mais o mesmo etc …vivo com dores no corpo e sem ânimo pra nada …estou pensando em conversar c meu médico pra trocar pelo dolutegravir …corro riscos sérios com essa troca ? Gostaria de voltar a me sentir normal como antes de começar o tratamento

  11. Olá Dr°,
    Eu faço estágio, na coleta de um laboratório e tive um acidente com material biológico, me perfurei com uma agulha, por volta das 9:30 da manhã, fui encaminhada para uma ubs, onde tive uma consulta e agora estou tomando o dolutegravir sódico , fumarato de tenofovir desoproxila + lamivudina por 28 dias, ainda na ubs tomei os medicamentos as 18:00 horas da tarde. Gostaria de saber se mesmo com o uso desses medicamento eu ainda corro o risco de me contaminar com alguma doença ?

    1. Boa tarde. O uso da PEP é eficiente na maioria das vezes, desde que tomados de maneira correta. Seu uso está indicado somente para início com até 72h, após esse período não há eficacia comprovada do seu uso. Quanto mais cedo seu início, mais eficiente.

  12. Olá, Boa Noite.
    Comecei o tratamento com a Carga Viral em 120mil cópias.
    Estou no esquema TDF/3TC + DTG.
    No meu exame de genotipagem deu eficácia máxima para todos os ARVs.
    Estou há um mês tomando.
    Meu exame de contagem de carga viral será com doze semanas de uso do esquema.
    Pela sua experiência clínica, e tendo em vista as informações que trouxe, acredita que a CV estará indectavel?
    Meus parabéns pelo site…

  13. Sou soropositivo indetectável porem tive uma relação sem preservativo. Preciso fazer a Pep ou os meus antirretrovirais que ja uso já exercem essa função? Uso tenofir + lamivudina e dolutegravir.

  14. Por favor me ajude. Passei 10 anos tomando o efavirez +lamivuldina/estavuldina. Parei de tomar a cerca de um ano. Estou preocupado e não sei como comunicar a meu médico. Me sinto com vergonha. O que devo fazer

    1. Deixar a vergonha de lado, não colocar mais a sua vida em risco, procurar o seu médico ou outro infectologista, fazer os exames necessários e voltar a tomar a sua medicação. O seu compromisso maior é com a sua vida,

  15. Olá, Dra. Achei sua publicação por acaso e resolvi deixar meu feedback. Fiz uso do dolutegravir por 6 meses com sucesso, porém após 3 meses de neutropenia grave persistente, minha hematologista solicitou ao meu infecto a troca para o efavirenz. Ainda estou me adaptando, com 9 dias da nova medicação tive uma forte reação alérgica que ainda persiste depois de uma semana de medicação, porém com muito menos intensidade. Espero que passe em breve!

    1. Bom dia.já é difícil reações mais importantes associadas ao dolutegravir, mas neutropenia NAO ESTA entre os efeitos adversos esperados para esta medicacao.

      Efavirenz por outro lado, é uma educação potencialmente mais tóxica que o dolutegravir em várias esferas especialmente no cérebro.

      Uma vez que já foi trocado. Sugiro que converse com suas médicas infecção fone Hemato procurando outras causas para este problema ao invés de ficar apenas aguardando esta melhora.

      Boa sorte.

  16. Fiz uma ressonância da minha lombar e segundo minha psiquiatra que viu a mesma disse pra eu remarcar um ortopedista pois pelo q ela conhece a minha lombar está como a de uma pessoa idosa e eu tenho 35 anos (faço uso das medicações à 4 anos: tempo da minha descoberta). Li que o uso do tenofovir pode acarretar perda óssea. Como saber se é o tenofovir q está a causar isso?

  17. Tomo dolutegravir já faz 1 ano e a partir de uns 2 meses comecei a ter arrotos constantes. Desde entao, convivo com arrotos e muitos gases. Sensação de barriga extendida. Esse é relamente um efeito do dolutegravir. Já pedi para trocar o remedio mas minha médica não aceita. :/

    1. Uma investigação deve ser feita junto a sua médica para buscar outras causas que podem ajudar nesse problema e tomar as medidas para a melhora do problema, sendo esta medida incluindo a troca do esquema ou não.

  18. Eu tomava o 3 em 1 (Tenofovir, Lamivudina, Efavirenz) mas eu tinha muitos efeitos colaterais, entao minha medica trocou o medicamento para 3 comprimidos (Atazanavir, Ritonavir, Tenofovir + Lamivudina) os efeitos colaterais melhoraram, mas meus olhos e pele ficam amarelados, me incomodando. Gostaria de saber qual desses componentes esta causando ictericia e se posso tirar ele e continuar tomando os outros dois?

    1. O medicamento mais associado à icterícia, sem lesão hepática é o Atazanavir. Contudo, nestas situações, exames de sangue devem sempre ser realizados para avaliar a situação do fígado. Caso o fígado esteja sendo machucado, não há como dizer com certeza quais deles está causando isso. Uma coisa é fato, você deve procurar o médico infectologista que te acompanha o mais rápido possível e não deve suspender nenhuma medicação por conta própria.

  19. Dra. Tenho uma dúvida usava o 3 em 1 m152 ..minha dúvida é sobre esquecimentos estudo muito para concursos percebi com longo do tempo foi me causa do esquecimentos esse novo medicamento afetará em algo com relação

  20. Doutora, você acha possível criar resistência tomando apenas uma cápsula de tenofovir + lamivudina e depois não tomar por 2 semanas?

  21. Tomo 3tc azt + atazanavir e ritonavir, engordei 20 kg no último ano, me sinto sem ânimos com fadiga que já tá virando crônica, nas raras vezes que esqueci percebi que no outro dia eu estava ótimo, devo conversar com a médica para uma possível troca? Já tomei Efavirenz sentia uma sensação de embriaguez 30 min após tomar, o dolutegravir tbm tem este efeito?

  22. Dr descobri agora que sou soropositivo. Este remedio é o melhor tratamento? Ele causa emagrecimento? Obrigado

  23. Estou tomando esse remédio + tenovir + desoproxila + lamivudina . Queria saber umas coisas.

    1. Estou sempre um pouco tonto e um pouco de dor de cabeça , e ficando sonolento ao dia, isso é normal?
    2. Comecei meu tratamento a 2 semanas, esse tipo de combinação é boa?
    3. Posso ingerir bebida alcoólica? Só bebo no final de. Semana e pouco .

  24. olá. procurei o médico com 35 horas de exposição e ele me passou fumarato de tenofovir desoproxila + lamivudina e também passou dolutegravir sódico para tomar em 28 dias. Seria isso uma PeP Segura ou devo pedir pra trocar

  25. Boa noite, tomei o efavirenz + LAMIVUDINA c zidovudina há 15 anos, meu novo medico mudou o remedio para dolutegravir + fumarato de tenofovir. desoproxila + lamivudina, pq os antigos já estavam deixando de fazer efeito, só gostaria de saber se eles possuem menos efeitos colaterais, conforme me foi dito? Obrigada.

  26. Bom dia Dra. Troquei o esquema 3×1 pelo Dolutegravir, lamivudina e tenofovir. Estou no novo esquema há 2 semanas. Meu sono melhorou consideravelmente, porém desde que mudei o esquema sinto uma dor de cabeça constante. Não é algo que atrapalhe meu dia-a-dia, é uma dor de cabeça bem discreta. Sei que a dor de cabeça é um efeito esperado, mas gostaria de saber se é algo temporário ou se há relatos na literatura de persistência do sintoma.

  27. Estou em tratamento com o 3 em 1 a nove anos, caga viral indetectável, CD4 740, porém estou tendo sonolência, desequilíbrio, falta de concentração durante o dia o que pode ser?

  28. Boa noite, Dra! Faço tratamento com o 3 em 1 há 4 anos, mas periodicamente tenho problemas com ansiedade que inclui despersonalização. A troca do efavirenz para o dolutegravir seria uma boa ideia para minimizar o efeito colateral no sistema nervoso?

  29. Bom dia. Dra. tive contato exposto tomei o dulotegravi pode acontecer de eu fazer exames 30,60,90 dias não dar positivo e depois dar positivo no futuro

    1. Boa noite. Com relação ao HIV, teste diagnósticos específicos realizados em locais de confiança (ou seja, aqueles locais nos quais você confia no resultado do teste) após o período máximo da janela imunológica (tempo entre contato com o vírus e o aparecimento de resultado positivo ou reagente pelo exame) descartam o diagnóstico de HIV. No caso do teste de 4 º geração, um resultado negativo a partir dos 90 dias após a última exposição de risco, já exclui o caso. No caso de teste de 3 geração, o tempo máximo é de 180 dias.

  30. Bom dia Dra.
    Faço o uso do (fumarato de tenofovir desoproxila + lamivudina) e tbm do (dolutegravir sódico) a 3 meses, só que ante ontem ñ lembro se tomei, e a dose de ontem tomei com 8hrs de atraso, estou muito preoculpado com muito medo, por favor me responda, esterei esperando sua resposta, desde já agradeço!

    1. Atraso de mais de tantas horas na tomada dos remédios não é bom, mas não significa que cortou o efeito de todo o esquema. Evite novos esquecimentos com tanto tempo de atraso nas próximas doses.

Deixe uma resposta


*Os comentários são limitados a 500 letras. Obrigada.

Top