Você está aqui
Home > Vídeos > Campanhas > Campanhas de HIV Assista > O Que Pode Interferir na Eficácia da PEP?

O Que Pode Interferir na Eficácia da PEP?

Infectologista - O Que Pode Interferir na Eficácia da PEP?
Compartilhe

A PEP (Profilaxia Pós-Exposição) é um método de prevenção do HIV, recomendada após qualquer tipo de exposição com risco significativo de se infectar pelo vírus. Esse método deve ser colocado em prática o mais rápido possível.

O esquema consiste no uso de medicamentos antirretrovirais no intuito de impedir a propagação e a sobrevivência do vírus no organismo, de modo a prevenir a infecção pelo HIV.

O Que Pode Interferir na Eficácia da PEP?

Ele é recomendado para pessoas que nunca tiveram contato com o vírus do HIV antes, e tiveram algum risco de se contaminar pelo vírus. No entanto, há alguns fatores que podem interferir nesse esquema de profilaxia, como:

  • Tempo do início da medicação: é importante iniciar esse esquema o quanto antes, de preferência nas primeiras horas após a exposição. Mas se iniciado até 72 horas após a exposição, ainda há alguma validade no teste.
  • Perfil de resistência do vírus: se o vírus for resistente ao esquema proposto, ele não vai fazer efeito mesmo que a pessoa faça o uso correto. Nesse caso a pessoa não deve fazer a profilaxia com o esquema padrão, e sim com um esquema especial relacionado com o tipo de vírus que ela teve contato.
  • Interação medicamentosa: deve ser discutido junto com o médico Infectologista.

Quando Não Devo Iniciar a PEP?

Caso a pessoa dona do material biológico, supostamente contaminado, faça um teste rápido e  resultado seja negativo, a PEP não é indicada para a pessoa exposta. E caso a pessoa exposta faça o teste rápido e o resultado seja positivo, também não deve iniciar a PEP.

É importante ressaltar que essa é uma medida de emergência, e não substitui o uso de preservativo durante as relações sexuais.

O médico Infectologista é o mais indicado para fazer o diagnóstico e acompanhamento da PEP, pois ele sabe como controlar possíveis efeitos adversos e lidar com qualquer tipo de dúvida ou complicação.


Compartilhe
Dra. Keilla Freitas
CRM-SP 161.392 RQE 55.156-Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.


https://www.drakeillafreitas.com.br/quem-somos/

163 thoughts on “O Que Pode Interferir na Eficácia da PEP?

  1. Bom dia! Estou indo pra última semana do uso da PEP e me foi prescrito Fluvoxamina (revoc) e Risperidona, posso utiliza-los junto com a PEP ou tem algum risco, como a perda da eficácia de algum dos medicamentos?

  2. Boa Noite, tive um relação sexual com uma garota de sorologia que desconheço. O sexo foi protegido (com camisinha), e houve sexo oral e minha boca estava cortada, isso seria um motivo para fazer o uso da pep?

  3. Olá, Dra.! Posso seguir tomando Reconter (Oxalato de Escitalopram) enquanto utilizo a PEP ou altera o efeito desta?

  4. Dra. Fui ao dentista fazer um tratamento de canal.
    Ele abriu meu dente e usou uma seringa com a agulha em L para jogar um produto dentro do dente, porém ele só usou 1ml deste produto em cima do meu dente e largou a seringa onde estava, Se ele usou essa seringa em outra pessoa antes de mim corro risco de contrair hiv? Lembrando não perfurou apenas jorrou no canal encostando no dente.

  5. Estou tomando a pep,porem no primeiro dia de uso sentir uma queimação no corpo por dentro,depois de 17 dias voltei a ter essa queimação,e so aconteceu a noite,pode ser algum efeito da pep??

  6. Sou dentista e uma gota de sangue caiu no meu olho. Só comecei a PEP 18h após a exposição. Além disso, a paciente, descobri depois, era soropositiva com carga indetectável. Estou aflito desde então. O início da PEP foi muito tardio?Há grandes chances de me tornar soropositivo?

Deixe uma resposta

Top