Você está aqui
Home > Vídeos > Campanhas > HIV > Meu Parceiro Tem HIV. E agora?

Meu Parceiro Tem HIV. E agora?

Meu Parceiro Tem HIV
Compartilhe
  • 20
    Shares

Meu Parceiro Tem HIV. E agora? Estima-se que existem mais de 35 milhões de pessoas vivendo com o HIV hoje, sendo que 19 milhões não sabem que contraíram o vírus. Com essas estatísticas, não deve ser fácil descobrir que o seu parceiro ou parceira faz parte desses números assustadores.

Meu Parceiro Tem HIV. E agora?

Assista a este vídeo e saiba como proceder nesta situação.

Veja também como casais sorodiscordantes podem ter filhos:

Pessoas vivendo com HIV podem ter filhos, mesmo que seu (sua)  parceiro(a) não  tenha a doença, sem risco de transmissão para o(a) parceiro(a) nem para o bebê.

Existem várias estratégias para que um casal sorodiferente (quando um é portador do vírus HIV e o outro não) possa ter filhos.

Para engravidar:

Casais sorodiferentes

Casais sorodiferentes são casais em que uma pessoa possui o HIV e a outra não.

Fatores que reduzem os riscos de transmissão do HIV:


Compartilhe
  • 20
    Shares
CRM-SP 161.392 RQE 55.156-Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.

2 thoughts on “Meu Parceiro Tem HIV. E agora?

  1. Soropositivo as treze anos e faço uso do retroviral, e carga indetectável, mas, tive relação com minha parceira e a camisinha depois que ejaculei, acabou saindo e ficando dentro derramando esperma, estava longe de um posto de saúde , e acabei dando os meus retroviral por cinco dias a ela , qual o risco?

Deixe uma resposta


*Os comentários são limitados a 500 letras. Obrigada.

Top