Você está aqui
Home > Coronavírus > Higienização contra o Coronavírus – Cuidados com Alimentos e Objetos Pessoais

Higienização contra o Coronavírus – Cuidados com Alimentos e Objetos Pessoais

Infectologista - Higienização contra o Coronavírus – Cuidados com Alimentos e Objetos Pessoais
Compartilhe

Higienização contra o Coronavírus – Cuidados com Alimentos e Objetos Pessoais – A pandemia da COVID-19 tem deixado muitas pessoas preocupadas. Principalmente aquelas que, por motivos de trabalho, não conseguem cumprir a recomendação de quarentena. Por isso, é importante manter a higiene a fim de evitar a contaminação que vem de fora para dentro de nossas casas.

Continue a leitura deste artigo e saiba mais sobre como higienizar alimentos e objetos pessoais para livrar o risco de contaminação do novo coronavírus em sua casa.

O Coronavírus

O novo tipo de coronavírus, conhecido por COVID-19, é um vírus de fácil contágio transmitido por micropartículas de secreções como a saliva. Por isso, é possível encontrar resquícios do vírus em diversos locais como corrimões, maçanetas, teclados, mesas, sapatos, peças de roupas, acessórios como anéis e óculos, latas e até mesmo em alimentos.

Como Evitar a Contaminação – Higienização contra Coronavírus

Por mais que você e sua família estejam cumprindo a quarentena à risca, ainda assim
podem correr o risco de se contaminarem com agentes vindo de fora. Um exemplo muito claro sobre isso é a questão da alimentação. Por mais que você evite sair, uma hora ou outra vai ter que dar uma escapadinha para ir ao mercado fazer as compras da semana ou do mês.

Sempre que precisar sair de casa, escolha horários mais tranquilos para evitar aglomerações. Em casos de supermercados, é recomendado que, ao chegar no estabelecimento, passe álcool em gel nas barras do carrinho por onde você o empurra. Evite o pagamento no dinheiro, mas caso aconteça, higienize as mãos imediatamente.

Muitas pessoas se atentam demais a própria higienização, tirando os sapatos para entrar em casa, trocando de roupa rapidamente, tirando as máscaras de proteção, lavando as mãos com água e sabão e passando álcool em gel 70%. No entanto acabam esquecendo de alguns pequenos detalhes como higienizar os aparelhos celulares, fones de ouvido e até mesmo as compras.

Preciso Lavar ou Higienizar Todos os Produtos que Eu Comprei?

É de extrema importância realizar a desinfecção dos produtos que você comprou. Por isso, ao chegar em casa, coloque as sacolas na porta e higienize-as com álcool 70% ou com a seguinte solução que pode ser preparada em casa:

  • Uma parte de água sanitária;
  • Nove partes de água;
  • Misture ambas as partes;
  • Coloque em um borrifador para melhor manuseio.

Após realizar esse procedimento, separe suas compras entre produtos comestíveis e não comestíveis para realizar a segunda parte de desinfeção.

Produtos Não Comestíveis – Higienização contra Coronavírus

Limpe as embalagens com a mesma solução ou deixe-as no sol por no mínimo 2 horas a fim de eliminar as possíveis colônias de vírus. Higienização contra Coronavírus.

Produtos Comestíveis – Higienização contra Coronavírus

Já quando se trata de produtos comestíveis, é preciso um pouco mais de atenção. Principalmente se forem consumidos “Crus” como frutas e verduras. Para isso, é necessário passá-los em água corrente e mergulhá-los em uma solução de água sanitária própria para alimentos. Após esse processo, voltar a banhá-los em água corrente antes de consumir ou guardá-los. Latas, vidros e embalagens mais resistentes também devem passar por esterilização.

Após garantir a desinfecção própria e dos alimentos, basta seguir as outras recomendações determinadas pela Organização Mundial da Saúde e garantir a segurança da sua família. Só saia se necessário, se possível, fique em casa! Higienização contra o Coronavírus.


Compartilhe
Dra. Keilla Freitas
CRM-SP 161.392 RQE 55.156-Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.


https://www.drakeillafreitas.com.br/quem-somos/

Deixe uma resposta

Top