Você está aqui
Home > Hepatites Virais > Doença cardiovascular é prevalente em pacientes com hepatite C

Doença cardiovascular é prevalente em pacientes com hepatite C

Compartilhe
  • 13
    Shares

Pessoas com hepatite C tem maior risco de sofrer de doenças cardio-vasculares.

Riscos aos quais pessoas com hepatite C crônica estão expostas:

  • Maior risco de morrer de doença cardiovascular,
  • Maior risco de sofrer um derrame
  • Maior risco de desenvolver problemas cardiovasculares

Aponta uma metanálise, publicada no Gastroentorology, em janeiro de 2016.

Os resultados reúnem dados de 22 estudos epidemiológicos.

Anteriormente, diversos estudos haviam produzido resultados inconsistentes a respeito do risco de doenças cardiovasculares em pessoas com hepatite C.

Como o estudo foi feito:

Pesquisadores da Universidade de Palermo analisaram dados de estudos já publicados sobre pessoas que vivem com hepatite C.

O objetivo era  produzir estimativas mais robustas sobre:

  • Riscos de ataque cardíaco
  • Acidente vascular cerebral em

Os investigadores identificaram 22 estudos que relataram aumento do risco cardiovasculares em pessoas com hepatite C.

A metanálise considerou três aspectos fundamentais:

  • A mortalidade cardiovascular (morte por qualquer causa cardiovascular): a mortalidade cardiovascular foi calculada a partir dos resultados de três estudos de coorte que se acompanharam 68.365 pessoas e onde foram registrados 735 óbitos. A estimativa reunida mostrou um aumento de 65% no risco de morte por causa cardiovascular para pessoas com hepatite C;
  • Aterosclerose carotídea medida por placas carotídeas (placas, compostas de colesterol, cálcio e tecido fibroso, acumular-se nas artérias e sua presença aumenta o risco de ataque cardíaco e acidente vascular cerebral): a prevalência de aterosclerose carotídea foi calculada a partir de nove estudos de caso-controle, combinando dados de 9.083 pessoas, 1.979 tinham placas na artéria carótida. As estimativas reunidas mostraram que as pessoas com hepatite C tinham quase duas vezes e meia mais chances de ter uma placa na carótida;
  • Acidente vascular cerebral ou ataque cardíaco (eventos cerebrocardiovasculares): o impacto da hepatite C sobre a incidência de eventos cardiovasculares, incluindo acidente vascular cerebral, foi calculado a partir de oito estudos, combinando dados de 390.602 pessoas e 18.388 acontecimentos. A hepatite C aumentou o risco de qualquer evento modestamente em 30%. O efeito foi semelhante quando a análise limitou-se ao acidente vascular cerebral sozinho: 35%.

Os autores sugerem que as anormalidades metabólicas comuns em pessoas com hepatite C podem proporcionar uma explicação para o aumento do risco, mas também apontam para a evidência recente que mostra que a hepatite C promove a inflamação, o que contribui para o desenvolvimento da doença cardiovascular

Doença cardiovascular é prevalente em pacientes com hepatite C
Avalie este Artigo

Compartilhe
  • 13
    Shares

Deixe uma resposta

Top