Você está aqui
Home > Vídeos > ISTs- Infecções Sexualmente Transmissíveis > Significado de sífilis positivo pós tratamento

Significado de sífilis positivo pós tratamento

Significado de sífilis positivo pós tratamento

 

Significado de sífilis positivo pós tratamento

Sífilis é causada por uma bactéria chamada de Treponema Pallidum.

Sua transmissão se dá principalmente pela via sexual (IST), mas também pode ocorrer por transfusão de sangue ou de mãe para o filho em caso de infecção em gestantes.

Existem vários tipos de testes para o diagnóstico da sífilis .

Mas o controle pós tratamento deve ser feito SEMPRE com teste de tipo não treponêmico como o VDRL ou RPR.

Controle de cura pós tratamento

Várias pessoas curadas podem chegar a ficar com os testes não treponêmicos negativos.

Já a negativação dos testes treponêmicos é bem rara.

Contudo, a maioria das pessoas ficam com uma cicatriz ou memória sorológica (testes não treponêmicos positivos com baixas titulações) e isso deve ser monitorado para se confirmar a cura, para saber definir uma reinfecção caso haja uma reexposição e para confirmar falha terapêutica.

O teste de controle deve ser realizado idealmente apenas 3 meses após o término do tratamento.

É indicação de sucesso de tratamento a ocorrência de diminuição dos títulos em torno de duas diluições em três meses, e três diluições em seis meses após a conclusão do tratamento.

Por exemplo, quando o título da amostra era de 1:64 e cai para 1:16 no exame de controle pós-tratamento.

A persistência de resultados reagentes com títulos baixos (1:1 – 1:4) durante um ano após o tratamento, quando descartada nova exposição durante o período analisado, indica sucesso do tratamento (cicatriz sorológica).

Causas de VDRL positivo pós tratamento:

Depende do valor.

  • Valores pequenos, indicam apenas cicatriz sorológica

Valores mais altos podem significar:

  • Realização precoce do testes (ainda não deu o tempo adequado para abaixar as titulações)
  • Falha terapêutica.

Falha terapêutica pode ter muitas causas:

  • Tratamento com a medicação não adequada
  • Tratamento na dose não adequada
  • Tratamento com o tempo entre as doses não adequada
  • Tratamento com o número de doses não adequada
  • Reinfecção
  • Sífilis no sistema nervoso central
  • Resistência bacteriana (muito rara)

Causas de testes treponêmico positivos:

Indicam apenas contato prévio e não possuem nenhuma relação com atividade de doença ou reinfecção.

 

Compartilhe nas redes sociais:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Dra. Keilla Freitas
Dra. Keilla Freitas
Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.
http://www.drakeillafreitas.com.br/

Faça Aqui sua Pergunta


*Os comentários são limitados a 500 letras. Obrigada.

Top