Você está aqui
Home > Coronavírus > Existe tratamento precoce contra covid? Entrevista Jornal da Band

Existe tratamento precoce contra covid? Entrevista Jornal da Band

Compartilhe

Existe tratamento precoce contra covid? Entrevista Jornal da Band:

No dia 20/02/2021, a Dra. Keilla Freitas concedeu uma entrevista no programa Jornal Band no canal da Band.

O assunto da matéria era sobre as notícias falsas relacionadas aos tratamentos precoce contra o COVID-19.

Muitas pessoas começaram a procurar remédios na farmácia como a Cloroquina ou a Ivermectina acreditando que os remédios possam tratar o Coronavírus, porém, foi constatado justamente o contrário. Além desses remédios não terem eficácia nenhuma contra o vírus, ainda por cima os pacientes que tomam Cloroquina ou Ivermectina podem contrair efeitos colaterais do uso do remédio como por exemplo Arritmia cardíaca e até mesmo complicações na visão.

A Dra. Keilla explica quais são os riscos que a pessoa tem ao tomar a Cloroquina ou a Ivermectina e que atualmente não existe nenhum tratamento antiviral e recomenda que não tomem esses remédios, respeite as medidas de isolamento social propostas pelo ministério da saúde e caso tenha os sintomas mais graves do COVID-19, vá ao hospital imediatamente.

Confira a matéria completa logo abaixo:

Link completo da matéria: https://youtu.be/llArYBt8Fnc

Quer ler mais artigos relacionados ao Coronavírus ? Clique aqui para ver todas as notícias relacionadas a esse tema.


Compartilhe
Dra. Keilla Freitas
CRM-SP 161.392 RQE 55.156-Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.


https://www.drakeillafreitas.com.br/quem-somos/

Deixe uma resposta

Top