Você está aqui
Home > Infecção Bacteriana > Como Agir Diante da Dor Pós-Herpes Zoster?

Como Agir Diante da Dor Pós-Herpes Zoster?

Dor Pós-Herpes Zoster

Como Agir Diante da Dor Pós-Herpes Zoster? O Herpes Zoster é a reativação da infecção pelo vírus da varicela zoster, geralmente conhecido como Varicela (Catapora), quando a pessoa tem o primeiro contato com este vírus.

Dor Pós-Herpes Zoster

Depois que o sistema imune controla a infecção, o vírus se aloja na raiz dos nervos na coluna ou da face e, em algum momento da vida, quando a imunidade abaixa, o vírus pode “acordar” causando as lesões na pele, inflamação das fibras nervosas e dor.

Assista a este vídeo e saiba como é feito o manejo da dor pós-herpes zóster:

Veja também mais informações sobre esta infecção:

Quem pode desenvolver a Infecção pelo Herpes Zoster

O Zoster atinge idosos com bastante frequência.

Mas pessoas de qualquer idade com a imunidade baixa, independente do motivo e que já tenham tido contato com o vírus da Varicela Zoster em algum momento da vida, podem desenvolver a doença.

Tratamento

O tratamento é realizado com antivirais orais ou endovenosos específicos.

Não se trata Herpes Zoster com antivirais em creme.

É importante ter em mente que o tratamento trata apenas a crise e não o vírus.

Após a crise, o Vírus volta a ficar latente e pode retornar.

Zoster recorrente

O Zoster pode retornar tanto em pessoas com imunidade normal quanto naquelas com doenças de imunidade baixa.

Em imunocompetentes a recorrência é bem rara, já nas imunocomprometidas a recorrência é mais frequente.

Zoster sem Herpes

Algumas pessoas podem sim apresentar dores sem lesões, o que torna o diagnóstico muito difícil.

Ele é mais provável quando ocorre em quem já teve a crise clássica prévia.

Quem pode desenvolver a Infecção pelo Herpes Zoster

O Zoster atinge idosos com bastante frequência.

Mas pessoas de qualquer idade com a imunidade baixa, independente do motivo e que já tenham tido contato com o vírus da Varicela Zoster em algum momento da vida, podem desenvolver a doença.

 

CRM-SP 161.392 RQE 55.156-Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.

2 thoughts on “Como Agir Diante da Dor Pós-Herpes Zoster?

  1. Olá Dra, tive uma situação de risco dia 31/5 desde então sinto muita coceira e nasceram algumas bolinhas mas passa rapidinho. Minhas fezes estão normais e não tive febre. É fase aguda do HIV? Você atende somente particular?

    1. isso não é fase aguda de HIV, mas a maioria das pessoa infectadas não apresentam sintomas. Então, se teve historia de exposição, sugiro que procure um médico infectologista de sua confiança pessoalmente e faça todos os exames necessários.

Deixe uma resposta


*Os comentários são limitados a 500 letras. Obrigada.

Top