Você está aqui
Home > Vídeos > Vacinas > Vacina HPV: saiba mais

Vacina HPV: saiba mais

Compartilhe
  • 12
    Shares

Imagine um vírus tão comum, mas tão comum que quase todos os homens e mulheres serão infectados por um ou mais de seus inúmeros tipos.

Assim é o papilomavírus humano (HPV), que causa verrugas genitais (ou condilomas) e também câncer.

Essas doenças podem ser evitadas com vacinas.

Veja os dados divulgados em 2012 pela respeitada publicação Lancet Oncology, do Reino Unido:
  • 12,7 milhões de novos casos de câncer em homens e mulheres, reportados anualmente em todo mundo.610 mil têm como causa alguns tipos de HPV,
  • O HPV está relacionado com 99% dos cânceres de colo do útero;
  • 90% dos de ânus;
  • 70% dos de boca;
  • 40% dos cânceres de pênis.
  • 10% de todos os casos de câncer em mulheres estão associados a esses vírus.
  • 5% de todos os casos de cânceres em homens estão relacionadas ao vírus

Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), realizados em 2014:

  • 15 mil  novos casos de câncer de colo do útero a cada ano.
  • 9 mil novos casos de câncer de boca, a maior parte em homens — cerca de 70%.
  • Quanto ao câncer de ânus, em 2009 o instituto somou 539 novos casos em homens e 1.078 em mulheres.

Locais em que podemos encontrar o vírus:

  • Vagina,
  • Ânus,
  • Pênis,
  • Bolsa escrotal
  • Mãos.

Como esse vírus se transmite:

A transmissão se dá pelo contato da pele ou mucosa com a área infectada.

É mais frequente durante a prática do sexo, mesmo sem penetração. Mas não apenas.

Na maioria das vezes, os sintomas podem nunca aparecer ou só surgir meses ou anos após a infecção, e isso torna difícil saber quando ela aconteceu.

No entanto, um percentual pequeno de pessoas vai adoecer.

Como a infecção é muito frequente, esse pequeno percentual representa muita gente.

As consequências podem ser o surgimento das verrugas genitais ou o câncer, dependendo do tipo de HPV envolvido.

Os mais associados às verrugas genitais são os tipos 6 e 11 (presentes em 90% dos casos).

Já os que mais causam câncer de colo do útero são o 16 e o 18, responsáveis por cerca de 70% das ocorrências.

A prevenção das doenças causadas pelos HPVs depende essencialmente da vacinação e da realização periódica de exames preventivos.

O uso do preservativo (camisinha) ajuda, mas não é 100% eficaz.

A vacinação é recomendada para homens e mulheres a partir dos 9 anos de idade, fase em que a resposta às vacinas é muito mais alta e quando ainda não houve contato com o vírus.

Mas as pessoas mais velhas e/ou que já foram infectadas também se beneficiam, uma vez que as vacinas contêm mais de um tipo de HPV em sua formulação.

Vacinas disponíveis:


Compartilhe
  • 12
    Shares
CRM-SP 161.392 RQE 55.156-Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.

Deixe uma resposta


*Os comentários são limitados a 500 letras. Obrigada.

Top