Você está aqui
Home > Vídeos > HIV > Diferença entre AIDS e HIV

Diferença entre AIDS e HIV

Diferença entre AIDS e HIV
Compartilhe
  • 12
    Shares

Diferença entre AIDS e HIV

 

Diferença entre AIDS e HIV

AIDS é uma sigla que vem do inglês e significa “Síndrome da Imunodeficiência Adquirida

Ou seja, um conjunto de sintomas e eventos que ocorrem devido ao enfraquecimento da imunidade

O motivo dessa condição é uma infecção adquirida .

Existem muitas causas para a queda da imunidade.

Mas no caso especifico da AIDS, é causada pelo vírus HIV.

Ela é definida como número de células linfócitos CD4 abaixo de 200.

Linfócitos CD4 são umas das células do nosso sistema imune, atacada pelo Vírus HIV (o normal é acima de 500).

Mas também consideramos AIDS quando existe no paciente com HIV alguma doença que demonstra imunidade muito baixa.

Uma pessoa pode ser portadora do vírus HIV e não ter a doença AIDS.

O tempo que demora desde o contato com o HIV até o desenvolvimento da AIDS varia.

Uma pessoa pode demorar apenas 1 ano ou mais de 10.

O tratamento do HIV interrompe a evolução natural da doença

Pessoa que toma a medicação corretamente e mantem carga viral indetectável não desenvolve a doença da AIDS

Uma pessoa pode ter AIDS e não apresentar sintomas

Apenas exames de sangue específicos podem diagnosticar a AIDS.

Diferença entre AIDS e HIV – Sintomas da AIDS

Uma pessoa pode estar em fase AIDS sem apresentar nenhum sintoma. Além disso, nenhum sintoma é exclusivo de pessoas que estão com AIDS.

No entanto, se uma pessoa ainda não possui diagnóstico de HIV e apresenta alguns dos sintomas abaixo, o HIV é uma das primeiras coisas que deve ser descartado.

  • Alterações de pele
  • Infecções bacterianas graves múltiplas ou de repetição (Exemplos: Sepse por Salmonella recorrente, Pneumonia bacteriana recorrente)
  • Diarreia crônica
  • Neoplasias (cânceres)
  • Infecções Oportunistas – IO’s (Sintomas relacionados de acordo ao agente e ao local do corpo acometido)
  • Caquexia
  • Lipodistrofia


Compartilhe
  • 12
    Shares
CRM-SP 161.392 RQE 55.156-Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.

25 thoughts on “Diferença entre AIDS e HIV

  1. Olá doutora , nesse ano, no mês de março , final de março tive meu contato intimo com uma garota, tenho 17 anos, ultimamente tenho ficado muito estressado pois fico pensando se o exame que eu fiz posso confiar 100%, fiz o exame de teste de ANTICORPOS ANTI HIV1/2, fiz pelo método O ELISA 4ª geração, fiz o exame 4 meses após o contato, em julho, devo correr atrás de mais exames?ou posso ficar mais tranquilo, familiares falaram que eu não preciso me preocupar, pois não tenho nada é coisa da cabeça

  2. Dra. Keilla, é possível uma pessoa ser hiv positivo, com cd4 extremamente baixo e não ter nenhum sintoma, está absolutamente normal ?

  3. Olá Doutora,
    Tive relação intima com algumas garotas e agora estou com inflamação das glândulas salivares, isso tem relação com HIV ou AIDS, ou não tem relação, é normal ou pode ser outra coisa?

  4. Oi Dra.Tudo bem? Espero que sim. De ontem para hoje tive uma relação sem proteção, quando a Sra me indica para está fazendo o exame ? Pra mim ficar tranquilo quanto ao resultado .( sem receio de estar errado ) . No caso é o exame de HIV ? Que devo pedir ao médico ? Desde já agradeço!

    1. Olá,para você entender os tipos de testes existentes para o HIV e janela imunológica de cada um, sugiro a leitura do artigo: https://www.drakeillafreitas.com.br/janela-imunologica-hiv/
      Mas se você teve uma situação de risco, o indicado é começas o uso de profilaxia após exposição (PEP), entenda mais: https://www.drakeillafreitas.com.br/profilaxia-pos-exposicao-ao-hiv/
      Procure um médico infectologista para que possa examiná-lo e solicitar os exames cabíveis, pois em uma relação sexual sem proteção o risco de transmissão não é somente de HIV.

  5. Boa noite Dra. Obrigado pela atenção !
    Então como sou leigo não entendi muito o artigo , más creio que 90 dias é o mínimo , ou seja vou fazer em Maio .Quanto a situação de risco creio que a mulher que tive a relação não tem nenhum problema . ( Doença )
    más é melhor previnir. Quanto ao resultado posso ficar tranquilo ? Pois já fiz há alguns anos e será o mesmo , lembro que estava escrito : Não Reagente . Ou seja td ok . Esse exame é confiável ? Obrigado pela atenção

  6. ola doutora esses dia fis uma relacao anal co h mas fui atv e sem protecao foi uma penetracao rdp mas pensei bem e colekei protecao no outro dia me falarao q essa pessoas q e portadora do hiv e agr estou com tosse e dor de cabeca e febre baixa isso pode ser q estou com hiv pk a relacao fui em um dia e no outro dia ja me senti mal sera q se eu for em um posto de saude e tomar o coquitel corta o risco da minha contaminacao

    1. boa tarde. Há risco sim de transmissão do HIV. Para entender melhor sobre o risco de transmissão para cada tipo de exposição, sugiro a leitura deste artigo: https://www.drakeillafreitas.com.br/risco-de-transmissao-do-hiv-de-acordo-a-exposicao/
      è indicado o início do uso da PEP para pessoas que tiveram exposição de risco com no máximo 72h, não há benefício comprovado após esse período.
      Uma vez que houve exposição ao risco de se infectar você deve procurar um médico infectologista de sua confiança para te avaliar pessoalmente e solicitar todos os exames cabíveis, independente de ter sintomas ou não.

  7. Doutora, bom dia! Obrigado pelas explicações.

    Quando fui diagnosticado, já estava na fase da AIDS apesar de não ter tido nenhuma doença oportunista. Comecei o tratamento e tenho carga viral indetectável desde então. Tenho AIDS ou HIV?

  8. Bom dia doutora.
    Meu filho está fazendo tratamento Contra tuberculose no sangue e foi constatado que é portador do vírus HIV e me informaram que o dele não é transmissível. Pois o que me informaram é que meus netos não tem este vírus.
    Gostaria de saber se tem veracidade está possibilidade de ele não transmitir este vírus para terceiros e se ele poderia ter adquirido em área hospitalar.
    Sem mais agradeço sua atenção.

  9. Doutora. .. Boa noite.. Quando uma pessoa faz o teste rapido e dá positivo para HIV e SÍFILIS. .. É possível que tenha Aids? Obs: foi feito o Pep

    1. Uma infecção não tem nada a ver com a outra é muito frequente que uma pessoa esteja infectada pelas duas ao mesmo tempo, simplesmente porque ambas são pegas da mesma forma. É sabido que em uma pessoa com as 2 infecções, uma pode piorar a evolução da outra, mas não necessariamente acelere a evolução do HIV para a fase AIDS.

  10. Doutora me responda com toda sinceridade, relacionando com a vivência que teve
    Embora eu saiba que cada pessoa tem uma imunidade vou dar dois exemplos
    Indivíduo A primeira carga viral (antes dos retrovirais)
    475 cópias / CD4 450
    Indivíduo B primeira carga viral (antes dos retrovirais)
    60000 copias/ CD4 333
    Quem tem HIV a mais tempo?
    Desde já agradeço

    1. Não dá para saber de forma alguma.
      Apesar de sempre nos inclinarmos para achar que a pessoa com a imunidade mais baixa e uma quantidade maior de carga viral ter sido infectada há mais tempo, a verdade é que o vírus atua de forma muito diferente em diferentes pessoas o que torna qualquer previsão de tempo de infecção por qualquer exame disponível atualmente, mera especulação.

      1. Dra faz dias que tenho feridas no anus e coça muito..fiz o teste hiv mas a linha t apareceu muito fraca quase invisivel..mas to com muito medo de fazer o exame msm..nao consigo quando penso so chor..ando muito triste e ate mim afastei de algumas pessoas..nem sinto vontade mas de ter relaacoes..estou em estado de tristeza q n passa..nao consigo mas ter felicidade..faz alguns dias..

        1. Você precisa enfrentar os seus problemas e fazer o que tem que ser feito, inclusive buscando ajuda psicológica se for processo. Ter estes sintomas não significa diagnóstico de nada em específico. Por outro lado, não precisa ter sintomas para estar infectados por qualquer infecção sexual.
          Procure a ajuda que precisa, faça seus exames, descubra o que você tem se trate e seja feliz.

Deixe uma resposta


*Os comentários são limitados a 500 letras. Obrigada.

Top