Você está aqui
Home > Vídeos > Campanhas

O Que Aumenta o Risco de Transmissão do HIV?

Risco De Transmissão Hiv - Infectologista SP

O vírus do HIV pode despertar diversas dúvidas a respeito de como é feita sua transmissão e o que pode aumentar o risco de se infectar. Para que ocorra a transmissão do vírus do HIV, é necessário que haja o contato do vírus de uma pessoa com o organismo de outra

Sífilis Tem Cura? Vídeo Explicativo Sífilis – Infectologista SP

Sifilis Tem Cura - Infectologista SP

A Sífilis é uma IST (Infecção Sexualmente Transmissível) causada por uma bactéria denominada Treponema pallidum. Esta doença apresenta várias fases, com sintomas que variam (ou podem não se manifestar) e podem ser confundidos com sintomas de diversas outras doenças. A pessoa que contrai a Sífilis pode se perguntar se, uma vez infectada

Profilaxia Pós-Exposição e Infecção Aguda pelo HIV

Profilaxia Pós-Exposição E Risco De Infeccao Aguda Pelo Hiv - Infectologista SP

A Profilaxia Pós-Exposição (PEP) é um esquema de utilização dos medicamentos antirretrovirais por pessoas que sofreram exposição com um risco significativo de contrair o vírus do HIV. É bastante improvável que haja sintomas de infecção aguda durante a PEP, pois é justamente os altos níveis de vírus no sangue que está

Preservativo Feminino pode ser Usado entre Homens?

Preservativo Feminino Pode Ser Usado Entre Homens - Infectologista SP

Apesar de ser chamado de preservativo feminino, o preservativo interno é utilizado através de uma introdução, que comumente ocorre na cavidade vaginal, mas também pode ser feita na cavidade retal. Portanto o preservativo interno, vulgarmente chamado de preservativo feminino, pode ser usado tanto na relação sexual pênis-vagina, como na relação sexual

Saiba Se o Tratamento do HIV Está Sendo Eficaz

Saiba Se O Tratamento Do Hiv Esta Sendo Eficaz - Infectologista SP

A única forma de saber se o tratamento do HIV está fazendo efeito é realizando os exames de sangue necessários. Mais especificamente o exame da carga viral, que é o exame responsável por identificar a quantidade de vírus circulando no organismo. Objetivo Principal do Tratamento do HIV É essencial entender que o objetivo

A PrEP é 100% Eficaz?

A Prep E Cem Porcento Eficaz - Infectologista SP

A PrEP é a Profilaxia Pré-Exposição ao risco de se infectar pelo HIV. Essa estratégia de prevenção é utilizada principalmente pelas pessoas que não possuem o vírus, e vão fazer uso de uma medicação com o intuito de evitar se infectar pelo vírus, mesmo em uma situação de exposição. A PrEP é

O Que Pode Interferir na Eficácia da PEP?

O Que Pode Interferir Na Eficacia Da Pep - Infectologista SP

A PEP (Profilaxia Pós-Exposição) é um método de prevenção do HIV, recomendada após qualquer tipo de exposição com risco significativo de se infectar pelo vírus. Esse método deve ser colocado em prática o mais rápido possível. O esquema consiste no uso de medicamentos antirretrovirais no intuito de impedir a propagação e

Testes de HIV – Importância de Valores Acima do Zero

Importancia Valores Acima Zero Testes Hiv - Infectologista SP

Qual a Importância de Valores Acima do Zero nos Testes de HIV? Os testes para diagnóstico de HIV identificam diferentes estruturas. Portanto, para entender como funcionam os exames diagnósticos do HIV, é preciso conhecer um pouco mais sobre os tipos do vírus HIV e como o vírus HIV age no organismo

Paciente com HIV Pode Tomar Vacina da Febre Amarela?

Paciente com HIV pode Tomar Vacina - Infectologista SP

Paciente com HIV Pode Tomar Vacina? Como os pacientes vivendo com HIV são os que precisam ser mais protegidos, uma vez que possuem alto risco de complicações graves quando ficam doentes, a possibilidade de imunização, nestes casos, precisa ser avaliada, para sabermos se haverá uma boa resposta. Paciente com HIV Pode

Carga Viral Indetectável Pode Transmitir HIV?

Carga Viral Indetectável - Infectologista SP

Consideramos Carga Viral indetectável, a carga viral (PCR-HIV) abaixo dos limites detectáveis pelo exame. No Brasil, consideramos indetectável uma taxa menor que 40 cópias/ml, mas alguns exames mais sensíveis, conseguem identificar níveis ainda menores. Mas existem atores que devem ser levados em consideração. Entre eles, está a adesão ao tratamento antirretroviral.

Top