Você está aqui
Home > Vídeos > Campanhas > HIV > O que Fazer Diante de Resultado Indeterminado no Teste de HIV?

O que Fazer Diante de Resultado Indeterminado no Teste de HIV?

Resultado Indeterminado no Teste de HIV

Last updated on março 25th, 2018 at 05:34 pm

Desde o primeiro contato do HIV com o organismo até o estabelecimento da infecção, existe uma interação do vírus com o organismo e a liberação de vários elementos chamados marcadores.

O diagnóstico do HIV é feito através da detecção destes marcadores, sendo que o marcador que o teste consegue detectar definirá o tempo minimo para se conseguir o diagnóstico por aquele teste. Isto é o que chamamos de janela imunológica.

Dessa forma, os testes que identificam partículas virais ou anticorpos podem apresentar resultado indeterminado. Assista a este vídeo e saiba as causas para este resultado e como procedemos nesta situação.

Veja também mais informações sobre o diagnóstico do HIV:

Diagnóstico do HIV – Onde fazer o teste?

  • Testes comprados em Farmácias (feitos pela própria pessoa)
  • Laboratórios
  • Testes rápidos podem ser feitos, inclusive pelo Sistema Único de Saúde

O que é janela imunológica?

É o tempo que um teste leva para conseguir dar o diagnóstico positivo de uma infecção, a partir do primeiro contato com o vírus.

Neste período a pessoa já pode estar infectada e ainda o teste ter resultado negativo.

A janela imunológica muda de acordo ao tipo de teste.

Os testes para diagnóstico de HIV identificam diferentes estruturas

O medo do diagnóstico

Estima-se que de 50-60 % dos portadores de HIV não sabem do diagnóstico.

Esse atraso ocorre muitas vezes por desinformação ou preconceitos com relação ao HIV.

1 em cada 2 pessoas que faz diagnóstico do HIV possui o vírus no organismo há pelo menos 3 meses

Entre os homens heterossexuais, o problema é ainda maior:

Metade dos homens heterossexuais com HIV fazem o diagnóstico 5 anos ou mais após terem se infectado.

Isso só aumenta o risco de transmissão a outras pessoas.

Cerca de 40% das transmissões são feitas a partir de pessoas que não sabem de seu diagnóstico

Além disso, o atraso no diagnóstico atrasa o inicio do tratamento, o que leva a complicações causadas pelo HIV, não necessariamente relacionadas à baixa da imunidade (leia mais aqui).

Compartilhe nas redes sociais:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Dra. Keilla Freitas
Dra. Keilla Freitas
Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.
http://www.drakeillafreitas.com.br/

14 thoughts on “O que Fazer Diante de Resultado Indeterminado no Teste de HIV?

      1. Boa tarde, tive um comportamento de risco(nsei o estado serologico da rapariga) e passado 34 dias depois do ato fiz o teste elisa e passado 60 fiz o teste rapido hi 1 hi2 e ambos deram negativo, posso descartar a possibilidade de ter hiv ou ainda pode ser uma preocupação??

  1. Oi, doutora Keyla.

    Peço desculpas por fazer esta pergunta aqui, pois nao sei se é o lugar certo.

    Eu comprei uma garrafa de coca cola de vidro, que tem aquelas tampas que precisam abrir com o abridor de lata.

    Na hora que eu fui abrir, meu dedo esbarrou e deu um pequeno corte.

    Eu tenho chance de pegar hiv assim?

    A coca cola estava nova e na tampa nao tinha nenhuma mancha de sangue e nem nada.

    Estou desesperado. Por favor me ajudee

  2. Estava com uma amiga que é HIV+. Ela foi ao banheiro, ao voltar ela viu uma bolinha em meu queixo e espremeu ou melhor, passou a unha, arranhando. Ficou vermelho, porém não vi sangue, inclusive coloquei de imediato papel higiênico em cima e não saiu coloração alguma além de líquido transparente, porém nada tipo sangue.
    1. Qual risco de contágio?
    2. E se a unha dela tivesse sangue?
    3. A infecção depende do tamanho da lesão junto da quantidade de sangue em contato?

  3. Em junho do ano passado tive uma relação de risco (sem penetração mas com contato peniano), em cerca de 48h iniciei o tratamento com a Profilaxia. Tomei por 28 dias e, quando completados os 30 dias, voltei pra fazer o exame que deu negativo mas acabei não retorno nos 60 e 90 dias pra refazê-lo. Por ter tido uma febre constante na última semana, refiz o exame e deu novamente negativo. Preciso refazer o exame? Tem chances de infecção?

  4. Olá Dra.. ja relatei aqui minha historia… entao o rapaz que tive contato fez teste rapido com 75 dia, 109 dias e no laboratorio fez o teste mas era imunocromatografico, com 120 dias, tudo deu negativo, e eu fiz o teste de quarta geração com 88 dias negativo tb… eu corro risco de ter pego hiv dele… mesmo diante destes fatos? Obrigada

  5. Olá Dra.
    Estou mt angustiado.Fiz uma doação sanguínea,sempre quis ajudar as pessoas,foi a primeira vez.Só que o resultado para O exame antiGOS I/II Deu 1,12 diagnóstico reagente.
    Eu não consigo entender faço acompanhamento médico a cada 3/4 meses e os últimos exames anteriores a doação deu não reagente.Não namoro,não tenho vida sexual ativa por conta da religião e não possuo tatuagem.Nunca fiz transfusão.Não há possibilidades de contágio.O que faço??

      1. Muito obrigado doutora.
        O valor é baixo realmente, pode ser confundido com uma gripe ou infecção?
        Eu realmente estou transtornado.

  6. Boa tarde, tive um comportamento de risco(nsei o estado serologico da rapariga) e passado 34 dias depois do ato fiz o teste elisa e passado 60 fiz o teste rapido hi 1 hi2 e ambos deram negativo, posso descartar a possibilidade de ter hiv ou ainda pode ser uma preocupação??

Faça Aqui sua Pergunta


*Os comentários são limitados a 500 letras. Obrigada.

Top