Você está aqui
Home > Medicina do Viajante > Prevenção da diarreia em viagens

Prevenção da diarreia em viagens

Diarreia em viagens: como evitar.

Prevenção da diarreia em viagens

Diarreia é um contratempo muito frequente em viagens. Sua incidência varia de 30 a 70% dos viajantes, dependendo do destino.

Vale lembrar que consideramos diarreia qualquer mudança na consistência das fezes os no número de deposições.

Causas de diarreia em viajantes:

  • Bactérias – 80 a 90% dos quadros dos casos. (Ex: Escherichia coli, Campylobacter jejuni, Shigella e Salmonella)
  • Vírus (Ex. norovírus e rotavírus)
  • Protozoários – presente em cerca de 10% dos quadros diarreicos de viajantes de longos períodos (Ex. Giardia Ameba)

O que pode aumentar o risco de diarreia em viagens:

  • País de destino
  • Objetivo da viagem (turismo, trabalho)
  • Tempo de viagem
  • Local de estadia (Hotel, casa de moradores, acampamento)
  • Período do ano em que a viagem foi realizada

Risco de diarreia de acordo ao destino:

Não são apenas países em desenvolvimento que podem ter comida ou água contaminada.

  • Destinos com baixo risco de diarreia: Estados Unidos, Canadá, Austrália, Nova Zelândia, Japão, Europa do Norte e Ocidental
  • Destinos com risco intermediário para diarreias: Leste Europeu, Africa do Sul, Ilhas do Caribe
  • Destinos com alto risco para diarreia: Ásia, Oriente Médio, África, México, América Central, América do Sul

Sintomas

Período de incubação

O tempo entre a ingesta e o aparecimento de sintomas variam de acordo ao organismo causador do quadro.

Diarreias causadas por bactéria ou vírus geralmente se iniciam de 6 a 72 horas após a ingesta do produto contaminado.

Já os quadros causados por protozoários podem demorar de 1 a 2 semanas para apresentar sintomas.

Apresentação

  • Náuseas  e vômitos podem estar presente (principalmente em quadros virais)
  • Dor abdominal
  • Febre (pode ocorre mas é menos frequente)
  • Tenesmo (contrações anais dolorosas, geralmente associadas a um desejo urgente de evacuar)
  • Incontinência fecal (evacuação na própria roupa, não consegue segurar a evacuação até chegar ao banheiro)

Características da diarreia

  • Volume (pouca ou grande quantidade)
  • Consistência (pode variar desde mal formada, pastosa até líquida)
  • Cor (água de arroz – típico da cólera, branco – típico de quadros de hepatites agudas, etc)
  • Mal cheiro
  • Muco/catarro
  • Resíduos
  • Restos de comida não digerida
  • Gordura
  • Sangue (muito sugestiva de diarreias por bactérias como a Salmonella ou E. coli)

Evolução

Em muitos casos, os sintomas se resolvem espontaneamente em menos de 12 horas (sem tratamento específico).

Mas o tempo de permanências dos sintomas se o tratamento específico não for instituído pode variar de acordo com a causa da diarreia:

  • Em quadros causados por vírus. os sintomas costumam durar de 2 a 3 dias
  • Já nos causados por bactérias, os sintomas costumam durar de 2 a 7 dias
  • Protozoários podem persistir por semanas a meses

Complicações

De forma geral, diarreia dos viajantes se resolve sem maiores problemas, mas pode ter algumas complicações como:

Prevenção da diarreia em viagens :

Alimentos secos e embalados

A maioria dos germes requer umidade para crescer, portanto, alimentos que são secos, como pão ou batata frita, geralmente são seguros.

Além disso, o alimento de recipientes selados de fábrica, como atum enlatado ou biscoitos embalados, é seguro, desde que não tenha sido aberto e manipulado por outra pessoa.

Carnes

Devem ser evitados:

  • Carnes cruas, até mesmo peixe
  • Carnes “ cozidas” com vinagre ou outros líquidos ácidos com cebiche
  • Carnes de animais exóticos como macacos, morcegos ou roedores

Bebidas quentes

Prefira que as bebidas quentes sejam servidas ainda quentes, mesmo que você as deixe esfriar antes de beber

Cuidados com outras coisas servidas juntas que podem estar contaminadas, como cremes.

Leite

Beber leite apenas pasteurizado de garrafas seladas

Cuidado com leite servido em recipientes abertos como jarros em temperatura ambiente, inclusive os que você coloca no café

Pessoas com imunidade baixa ou gestantes devem evitar alimentos como queijo ou iogurte artesanal

Álcool

Bebidas com altos teores de álcool podem ser suficientes para matar os germes.

Bebidas como cerveja e vinho podem não ter níveis suficientes de álcool para matar os germes, mas desde que servidas em garrafas ou latas seladas, não há risco.

O maior risco está nos drinks servidos com gelo ou frutas, que sim, podem estar contaminados.

Água

Água de torneira deve ser evitada, mesmo em cidades.

Em alguns lugares, mesmo escovar os dentes deve ser feito com água engarrafada preferencialmente.

A água da torneira pode ser desinfectada por ferver, filtrar ou tratá-la quimicamente, por exemplo com cloro.

Como opção, pode-se FERVER a água por pelo menos 1 MINUTO, para livrá-la de parasitas.

Tratamento com Iodo NÃO GARANTE a eliminação de todos os parasitas

Prevenção da diarreia em viagens  – O que é seguro?

  • Produtos lácteos pasteurizados
  • Comidas como pães ou biscoitos secos
  • Água, refrigerante ou outras bebidas engarrafadas e seladas
  • Café ou chá quente
  • Ovos cozidos, duros
  • Alimentos cozidos e servidos quentes
  • Carne bem passada
  • Alimentos em embalagens ou recipientes selados de fábrica
  • Frutas que você mesmo lavou em água segura e descascou

Prevenção da diarreia em viagens  – O que não é seguro?

  • Água da fonte
  • Água de torneira
  • Qualquer bebida com gelo
  • Produtos não pasteurizados
  • Vendedores ambulantes
  • Animais exóticos (macacos, morcegos ou outros animais selvagens)
  • Comidas servidas em temperatura ambiente
  • Carne ou peixe cru ou mal cozido
  • Ovos crus ou com gema mole
  • Frutas ou vegetais crus ou que já chegam descascados
  • Saladas

Tratamento

  • Hidratar-se bem, preferencialmente sais de reidratação oral. Se não for capaz de ingerir líquidos, deverá ir ao pronto socorro para receber hidratação por veia
  • Probióticos
  • A escolha dos antibióticos pode variar de acordo ao local de viagem.  Levar antibióticos na viagem para caso tenha alguma diarreia pode ser uma opção. Converse com o seu infectologista.

Dicas para prevenção da diarreia em viagens :

  • Comer apenas em lugares pré-estabelecidos
  • Não comprar comidas de ambulantes
  • Não comer em locais de risco
  • Comer apenas alimentos cozidos e servidos quentes
  • Beber apenas água engarrafada, preferencialmente que abram a garrafa na sua frente e água com gás (mais difíceis de adulterar)
  • Beber água SEM gelo (se não há como ter certeza da água usada para se fazer o gelo)
  • Bebidas quentes como chás devem ser servidas ainda quentes
  • Comer frutas que venham com a casca e você mesmo descasca
  • Higienizar as mãos de forma correta principalmente antes de comer ou beber, antes de preparar alimentos e depois de ir ao banheiro, preferencialmente com água (alguns organismos não são eliminados com álcool)

Vacinas para prevenção da diarreia em viagens :

 

Fonte:

 

 

 

 

 

CRM-SP 161.392 RQE 55.156-Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.

2 thoughts on “Prevenção da diarreia em viagens

  1. Geralmente eu não ler artigo em blogs, no entanto eu gostaria de diz
    que este write-up muito forçado me tentar e fazer -!
    Sua escrita sabor tem sido surpreso me. Obrigado, bastante
    grande post.

Deixe uma resposta


*Os comentários são limitados a 500 letras. Obrigada.

Top