Você está aqui
Home > Notícias > O Perigo do Uso Errado de Corticoides

O Perigo do Uso Errado de Corticoides

Infectologista - O Perigo do Uso Errado de Corticoides
Compartilhe

O Perigo do Uso Errado de Corticoides. Os corticoides são uma classe de medicamentos anti-inflamatórios e imunossupressores, ou seja, são usados principalmente para suprimir os mecanismos de defesa do nosso corpo em casos de transplantes ou enxertos, por exemplo.

Apesar de serem ótimos fármacos, seu uso excessivo ou de modo incorreto pode se tornar perigoso para a saúde, uma vez que o medicamento não atua apenas na região onde o problema se encontra, mas altera também todo o funcionamento do organismo. Continue a leitura deste artigo e saiba mais sobre os perigos do uso errado de corticoides.

O Perigo do Uso Errado de Corticoides

Os corticoides (glicocorticoides ou corticosteroides) são hormônios sintéticos (produzidos artificialmente) tão bons quanto perigosos. Principalmente se usados sem o acompanhamento médico.

O cortisol é um hormônio naturalmente produzido pelo organismo e liberado na corrente sanguínea de forma intermitentemente ao longo do dia. Essa liberação dura apenas alguns minutos, como pulsos.

Algumas Situações Podem Aumentar a Liberação do Cortisol:

  • Gestação;
  • Uso de pílulas anticoncepcionais;
  • Tratamentos com estrogênios (como reposição hormonal na menopausa);
  • Estresse.

Uso de Corticoides Sintéticos na Prática Médica

Esses medicamentos são excelentes anti-inflamatórios e imunossupressores, também possuem as mais diversas indicações na prática médica diária, podendo ser usados com as mais diferentes doses e tempos de uso.

Muitas vezes, a sua prescrição pode evitar a morte, como nos casos de sepse. Mas sob nenhuma hipótese, deve ser usado por conta própria.

Apresentações dos Corticoides

Eles existem nas mais diversas apresentações, entre elas:

  • Injeções;
  • Comprimidos;
  • Gotinhas;
  • Colírios;
  • Cremes;
  • Spray.

Tipos de Corticoide:

  • Hidrocortisona;
  • Prednisona;
  • Dexametasona;
  • Metilprednisolona.

Eles podem estar sozinhos, ou associados a outros medicamentos, sendo metabolizados pelo fígado e em menor quantidade, excretado pelo rim. Isso significa que um aumento em sua circulação no sangue pode lesionar estes dois órgãos.

Condições que Necessitam do Uso de Corticoides

Os corticoides podem ser recomendados quando um paciente apresenta quadros de asma, alergias, esclerose múltipla, hepatite, herpes, lúpus, artrite reumatoide, gota, vitiligo, psoríase, vasculite, doenças de pele que tenham origem inflamatória ou autoimune, entre outras condições.

O Que os Corticoides Podem Causar no Organismo

Complicações do uso de corticoide:

  • Aumento da pressão arterial;
  • Aumento da glicose no sangue, principalmente em diabéticos (devido a alteração do metabolismo dos carboidratos);
  • Causar diabetes em pessoas que não são (esse efeito passa após sua suspensão);
  • Redução da massa muscular (altera o metabolismo proteico);
  • Alteração do colesterol (aumento do colesterol “ruim” LDL e VLDL);
  • Diminuição do crescimento em crianças;
  • Irritação gástrica (gastrite), podendo causar até mesmo úlceras;
  • Taquicardia (aceleração dos batimentos do coração);
  • Desidratação (devido ao desequilíbrio de íons e metabolismo da água);
  • Problemas na pele (Afinamento da pele, Acne);
  • Problemas nos dentes;
  • Problemas oculares (Miopia, Glaucoma, Catarata);
  • Osteoporose (enfraquecimento do osso);
  • Diminui a absorção e aumenta a excreção do cálcio no intestino e no rim;
  • Insônia;
  • Depressão;
  • Aumento do peso;
  • Inchaço do corpo;
  • Lesões renais (devido ao desequilíbrio de íons e metabolismo da água);
  • Enfraquecimento da imunidade;
  • Interfere na secreção e alteração de outros hormônios do organismo que causam diversos problemas no organismo como um todo.

Tanto a indicação quanto a suspensão do corticoide deve ser orientada e seguida por um médico.

Fonte: Efeitos metabólicos e manuseio clínicos dos corticoides

Artigo Publicado em: 12 de Maio de 2017 e Atualizado em: 27 de outubro de 2020

 


Compartilhe
Dra. Keilla Freitas
CRM-SP 161.392 RQE 55.156-Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.


https://www.drakeillafreitas.com.br/quem-somos/

4 thoughts on “O Perigo do Uso Errado de Corticoides

  1. Boa tarde dra.Keillla, sou portadora de HIV e HCV, negativei da hep.C em 2006 e continuo negativa e HIV controlado. Uso Alenia por cnta da asma….Peguei uma sinusite e evoluiu para inicio de pneumonia e foi me receitado Levofloxacino, decadron oral e inalaçoes…Está correto ou devo procurar meu medico na Unifesp? Desde ja agradeço

  2. Bom dia Dra. Keilla
    Fui diagnosticada com vírus da Chikungunya dia 09/11/17, através do ex. sangue . Fui a alguns médicos que me deram os mais diversos diagnósticos e nenhum remédio para a dor insuportável que eu sentia na palma das mãos. Os pés ficaram inchados mas sem dor. As mãos bem inchadas. Foi um reumatologista pediu os exames Já estou na 5 semana de cortisona em ordem decrescente na dosagem e no início a melhora foi significativa.. Reuquinol por 6 meses. Procuro infectologista?

Deixe uma resposta

Top