Você está aqui
Home > Infecção Bacteriana > Como Prevenir Infecção de pele de repetição

Como Prevenir Infecção de pele de repetição

Infecção De Pele
Compartilhe
  • 39
    Shares

Infecção de pele é muito frequente, pode aparecer de diversas formas e ter várias causas

Na maioria das vezes, são causadas por bactéria que vivem naturalmente em nossa pele.

Geralmente essas bactérias não causam doenças, pois nossa pele é barreira que as impede de entrar em nosso organismo.

Quando ocorre alguma porta de entrada, estas bactérias penetram na pele e causam as infecções.

Fatores de risco

  • Imunidade baixa
  • Obesidade
  • Edema crônico
  • Insuficiência venosa
  • Insuficiência linfática
  • Diabetes mellitus
  • Desnutrição
  • Etilismo
  • Uso de drogas injetáveis
  • Infecção pelo vírus HIV
  • Internação hospitalar recente
  • Uso recente de antibióticos (independente da indicação)
  • Terapia de hemodiálise
  • Uso crônico de corticoide tópico (pomadas, gel, etc)

Diagnóstico

Sempre que possível, deve-se tentar identificar o agente causador da infecção para um tratamento assertivo

Essa identificação é feita apenas através da análise de material infectado que deve ser coletado com a técnica adequada.

Tratamento

O tratamento dependerá da causa, localização, gravidade e evolução do caso

Quando não for possível coletar amostra adequada para identificar a causa, o tratamento será feito de acordo às principais causas para este tipo de infecção.

Tipos de infecção de pele superficiais

Celulite ou erisipela

Infecção de pele

Infecção de pele

 

Causas principais:

  • Streptococcus Beta hemolitico do grupo A
  • Streptococcus pyogenes
  • Stafilococcus aureus
  • Bactérias do tipo Bacilos aeróbicos gram negativos (menos frequente)
  • Fungos

Seus sintomas são locais:

  • Edema (inchaço)
  • Hiperemia (vermelhidão)
  • Calor
  • Dor
  • Celulite

 

Dependendo da gravidade e da resposta do organismo da pessoa, pode levar a sintomas sistêmicos e alterações dos exames de sangue.

Infecções purulentas da pele

  • Acne

Também conhecido como espinha

Muito relacionado à oleosidade da pele

Tratam-se de pápulas e pústulas inflamatórias que afetam geralmente rosto, tórax, ombro e costas

Na maioria das vezes não tem indicação de tratamento antibiótico oral.

Cuidados no controle da oleosidade da pele, hormônios e alimentação podem ajudar na prevenção dos quadros

Medidas de descolonização da pele podem ajudar.

  • Furúnculo

Inflamação superficial ou profunda do folículo piloso (lugar onde nascem os pelos)

Causa mais comum é bacteriana, mas fungos, parasitas e vírus também podem ocasionar este problema.

O tratamento varia de acordo com a causa

  • Foliculite

Inflamação de vários folículos pilosos (conjunto de furúnculos)

  • Abscesso

Pode estar ou não associada a quadros de celulite bacteriana

Bactéria causadora mais comum é o S aureus, mas pode ter outras causas, inclusive não bacterianas

Coleção visível, geralmente dolorosa, com hiperemia.

O tratamento é feito à base de antibióticos orais e drenagem do abscesso.

Se esta drenagem não ocorrer espontaneamente, terá que ser feito por procedimento médico

Sempre que possível, uma coleta da secreção feito a partir da drenagem, com aspiração deve ser feita para analisá-la e tentar identificar o agente causador do quadro.

  • Carbúnculo

Conjunto de abscessos que se formam em baixo da pele e drenam seu conteúdo para o exterior através de folículos pilosos

Impetigo

Infecção superficial da pele, causada por bactérias

Muito comum em crianças, mas pode afetar adultos também

Mais comum em situações de umidade e calor

Tratamento é feito com antibióticos orais

Descolonização de pele também podem ajudar

  • Impetigo Bolhoso

Pápulas que evoluem para vesículas rodeadas de eritema.

Posteriormente, tornam-se pústulas que se ampliam e se decompõem rapidamente.

Formam-se então crostas espessas e aderentes, com uma característica aparência dourada

  • Impetigo não Bolhoso

Geralmente há menos lesões que na forma de apresentação não bolhosa e com maior afetação do tronco

Formam-se bolhas parecidas a queimaduras. Quando estouram, liberam um liquido amarelo claro

Esta apresentação em adultos deve levar à investigação de causa de baixa imunidade, como HIV.

  • Ectima

Forma ulcerativa de Impetigo – lesões de aprofundamento na pele

São úlceras cobertas com crosta amarela cercada por margens violáceas elevadas

Impetigo
Uptodate: Copyright © 2014 Logical Images, Inc.Graphic 96268 Version 5.0 – retirado de VisualDX

Como prevenir infecção de pele de repetição

  • Investigação completa do estado do sistema imune da pessoa
  • Controle de fatores que aumentam o risco
  • Garantir uma boa limpeza das mãos
  • Descolonização da pele (mupirocina nasal)
  • Clorexidina ou banhos de alvejante
  • Curso prolongado de antibióticos na próxima crise
  • Cobrir feridas abertas
  • Realizar desinfecção ambiental

Fonte:


Compartilhe
  • 39
    Shares
CRM-SP 161.392 RQE 55.156-Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.

Deixe uma resposta


*Os comentários são limitados a 500 letras. Obrigada.

Top