Você está aqui
Home > HIV/AIDS > HIV aumenta risco de doenças cardiovasculares

HIV aumenta risco de doenças cardiovasculares

HIV aumenta risco de doenças cardiovasculares
Compartilhe
  • 12
    Shares

HIV aumenta risco de doenças cardiovasculares.

Pacientes portadores de HIV tem um risco aumentado de desenvolver doenças cardiovasculares (DCV) em 25%.

O que são doenças cardiovasculares (DCVs) ?

São doenças que afetam o coração e os vasos sanguíneos em todo o corpo.

HIV aumenta risco de doenças cardiovasculares

Quais são as doenças cardiovasculares?

  • Angina – dores no peito
  • Infarto agudo do miocárdio (coração)
  • Cardiopatia hipertensiva
  • Arritmia cardíaca
  • Insuficiência Cardíaca (coração fraco)
  • Cardite (Inflamação do coração)
  • Aneurisma
  • Acidentes vasculares encefálicos ou cerebrais (os chamados “derrames”)
  • Trombose venosa
  • Doença Arterial periférica
  • Insuficiência renal

Outros fatores que aumentam o risco de doenças cardiovasculares:

  • Idade: quanto mais velho, maior o risc
  • Diabetes Mellitus
  • Historia familiar de doenças cardiovasculares
  • Hipertensão Arterial
  • Alterações do colesterol (gordura no sangue)
  • Obesidade
  • Tabagismo (pessoas que fumam)
  • Stress
  • Sedentarismo (pessoas que não praticam atividade física regular)

Tudo o que aumenta direta ou indiretamente a inflamação dentro dos vasos sanguíneos, aumenta o risco de DCVs.

Tipos de colesterol

O que é colesterol bom e colesterol ruim?

  • Colesterol ruim (LDL, VLDL)

São aqueles que aumentam a inflamação dos vasos além de formar placas dentro das artérias.

Uma vez formadas, podem acontecer 2 coisas com estas placas:

– Podem aumentar até obstruir as artérias completamente

– Fragmentar-se soltando pedaços que correm pela corrente sanguínea até chegar num local onde o calibre é menor e então obstrui a artéria.

Quando a artéria é obstruída o sangue não consegue passar e toda aquela área depois da área de obstrução que deveria ser irrigada pelo sangue pode morrer.

  • Colesterol bom (HDL)

São aqueles que ajudam na limpeza das artérias, evitando o acúmulo de placas.

 

O ideal é que uma pessoa tenha colesterol ruim baixo  e colesterol bom mais alto (pouca “gente” produzindo lixo e muito “lixeiro”)

tipos de colesterol - HIV aumenta risco de doenças cardiovasculares

O que aumenta o risco de DCV na população em geral?

  • História familiar (pai, mãe, avós, avôs, etc) de doenças cardiovasculares
  • Tabagismo
  • Níveis baixos de Colesterol bom (HDL)
  • Aumento dos níveis de colesterol Ruim
  • Obesidade
  • Sedentarismo (pouca atividade física)
  • Acúmulo de gordura abdominal (aumento da barriga)
  • Fígado gorduroso
  • Hipertensão arterial – HAS
  • Diabetes Mellitus – DM
  • HIV aumenta risco de doenças cardiovasculares

O que aumenta o risco de DCV em portadores de HIV?

  • A ativação imune causada pelo vírus HIV aumenta a inflamação nas artérias
  • Alguns antirretrovirais causam alterações lipídicas.
  • Aumento de trombose (maior acúmulo de placas de gordura dentro dos vasos sanguíneos)
  • O vírus HIV aumenta os níveis de colesterol ruim como a VLDL
  • O vírus HIV diminui os níveis de colesterol bom (HDL)
  • Alguns ARV aumentam os níveis de colesterol ruim como a VLDL
  • Alguns ARV diminuem os níveis de colesterol bom (HDL)

Isso ocorre mesmo em pacientes em uso de terapia antirretroviral – TARV. Mas é muito maior em quem tem vírus circulando no sangue.

 

HIV aumenta risco de doenças cardiovasculares

Como prevenir DCV no paciente vivendo com HIV?

  • Medir os níveis de colesterol e triglicérides ANTES do início dos antirretrovirais
  • Início precoce do TARV, mesmo com a imunidade normal
  • Medir os níveis de colesterol e triglicérides 3 e 6 meses APÓS o início dos antirretrovirais
  • Avaliar se os ARV usados causam alteração no metabolismo dos lipídios (ver quadro abaixo)
  • Avaliar outras comorbidades associadas e que aumentam ainda mais o risco
  • PARAR DE FUMAR
  • Praticar atividades físicas regulares 
  • Redução de outros fatores de risco para DCV não relacionadas ao HIV
  • Iniciar o tratamento do colesterol mais cedo que paciente não HIV
  • Escolher medicações como estatinas com maior eficácia e menor interação com os antirretrovirais.
  • Buscar valores de glicemia menores que as buscadas para pacientes não HIV, inclusive iniciando remédios mais cedo
  • Buscar níveis de Pressão Arterial menores que as buscadas para pacientes não HIV, inclusive iniciando remédios mais cedo
  • Prática regular de atividade física

HIV aumenta risco de doenças cardiovasculares

 

HIV aumenta risco de doenças cardiovasculares – Fonte:


Compartilhe
  • 12
    Shares
CRM-SP 161.392 RQE 55.156-Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.

Deixe uma resposta


*Os comentários são limitados a 500 letras. Obrigada.

Top