Você está aqui
Home > HIV/AIDS > Perfil de resistência do HIV no Brasil

Perfil de resistência do HIV no Brasil

Compartilhe
  • 19
    Shares

Perfil de resistência do HIV no Brasil

Trabalho em brasileiros estima  perfil de resistência do vírus HIV antes do início do tratamento

No Brasil, existem mais de 487.450 pessoas em tratamento para HIV

Como o estudo foi feito sobre o perfil de resistência do HIV no Brasil

Participaram do estudo, pessoas de mais de 51 cidades em todas as 5 macrorregiões brasileiras

Foram estudadas pessoas com diagnóstico recente de HIV que ainda não haviam começado o tratamento

Avaliou o material genético do vírus dessas pessoas buscando-se mutações virais.

Através dessas mutações é possível identificar a se existe resistência viral aos antirretrovirais e enumerá-los

Ao todo foram analisados o sangue de 1.568 pessoas.

Quais foram os resultados sobre o perfil de resistência do HIV no Brasil

9,5% de todas as amostras analisadas mostram vírus com mutações que conferiam algum grau de resistência aos remédios do HIV.

Houve uma divisão de resistência de acordo ao tipo de remédios (conheça os tipos aqui):

  • 3,6% das amostras analisadas mostraram vírus resistente aos remédios de tipo inibidores da transcriptase reversa nucleosídios (ITRNs)
  • 5,8% das amostras analisadas mostraram vírus resistente aos remédios de tipo Inibidores da Transcriptase Reversa Não Nuclesídeos (ITNNs)
  • 1,6% das amostras analisadas mostraram vírus resistente aos remédios de tipo Inibidores da Protease (IPs)
  • 1% das amostras analisadas mostraram vírus resistente a mais de uma classe de remédio

Fonte:


Compartilhe
  • 19
    Shares
CRM-SP 161.392 RQE 55.156-Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.

2 thoughts on “Perfil de resistência do HIV no Brasil

Deixe uma resposta


*Os comentários são limitados a 500 letras. Obrigada.

Top