Você está aqui
Home > Vídeos > ISTs- Infecções Sexualmente Transmissíveis > Câncer de Pênis Causado pelo HPV

Câncer de Pênis Causado pelo HPV

Câncer de Pênis
Compartilhe

Ao contrário do que muitos imaginam, o HPV não causa danos apenas em pessoas do sexo feminino. A doença também pode atingir os homens e causar problemas graves, como o câncer de pênis.

Grande parte dos pacientes infectados pelo papiloma vírus humano não sabem que estão com a doença, uma vez que a mesma pode ser considerada uma condição assintomática. Ou seja, nem sempre a pessoa apresenta sinais de que algo está errado. Continue a leitura deste artigo e saiba mais sobre o câncer de peênis causado pelo HPV.

O HPV

O papiloma vírus humano, ou HPV, é uma infecção sexualmente transmissível responsável pelo surgimento de verrugas genitais (ou condilomas) e também câncer de útero no caso das mulheres e pênis no caso dos homens.

Existem vários tipos de HPV, no entanto, a maioria das infecções causadas por ela são eliminadas naturalmente pelo organismo em até 24h após o contato com o muco infectado. O HPV é um vírus tão comum que praticamente todos os homens e mulheres sexualmente ativos serão infectados por um mais tipos do vírus em algum momento de sua vida.

Quando diagnosticado precocemente, o HPV no pênis pode ser tratado com a aplicação de pomadas, retirada por cauterização, congelamento, a laser e cirurgia.

HPV pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca)

  • 15 mil novos casos de câncer de colo do útero a cada ano.
  • 9 mil novos casos de câncer de boca, a maior parte em homens — cerca de 70%.
  • Quanto ao câncer de ânus, em 2009 o instituto somou 539 novos casos em homens e 1.078 em mulheres.

O Câncer de Pênis

Muitas vezes, o primeiro sinal de uma infecção por HPV em um homem é o surgimento de alguma verruga parecida com a crista de um galo no pênis. Considerada como uma condição rara, o câncer de pênis atinge, geralmente, homens com mais de cinquenta anos.

Por ter a detecção mais variável do que em mulheres, o homem pode desenvolver o câncer de pênis em decorrência – ou não – de uma infecção pelo papiloma vírus humano. O tratamento para condição vai de sessões de quimioterapia a amputação do membro em casos mais severos e avançados.

Prevenção

Além do uso de preservativos durante as relações sexuais, a imunização se dá por meio das vacinas HPV 16,18 e HPV 6,11,16,18. A vacinação é recomendada para homens e mulheres a partir dos 9 anos de idade, fase em que a resposta às vacinas é muito mais alta e quando ainda não houve contato com o vírus.

Mas as pessoas mais velhas e/ou que já foram infectadas também se beneficiam. Uma vez que as vacinas contêm mais de um tipo de HPV em sua formulação. Consulte seu médico de confiança para estabelecer um diagnóstico positivo ou negativo de HPV.

Mais Informações sobre Câncer de Pênis na Internet:

Compartilhe
Dra. Keilla Freitas
CRM-SP 161.392 RQE 55.156-Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.


https://www.drakeillafreitas.com.br/quem-somos/

Deixe uma resposta

Top