Você está aqui
Home > Notícias > Hepatites > Vacinas Contra Hepatite – Saiba Mais

Vacinas Contra Hepatite – Saiba Mais

Vacinas Contra Hepatite
Compartilhe

As hepatites, conhecidas popularmente como doenças muitas vezes silenciosas, nada mais são do que uma condição causada por diferentes agentes infecciosos, como vírus, que afetam o fígado de uma pessoa. Alguns dos tipos dessa doença podem e devem ser prevenidos por meio das vacinas contra hepatite.

Os tipos mais comuns da hepatite são o A, B e C, sendo que os dois primeiros já têm uma vacina que age na sua prevenção. Além deles, os tipos D e E também completam os cinco tipos das hepatites virais. Continue a leitura deste artigo e conheça mais sobre a importância das vacinas contra a hepatite.

Os Tipos de Hepatites e Suas Causas

Como mencionado anteriormente, as hepatites virais podem ser divididas em 5 tipos, A,B,C D e E, mas existem várias outras situações que podem causar danos ao fígado, danos estes que podem ser até irreversíveis. Confira a seguir as principais causas da hepatite:

  • Causas infecciosas
    • Hepatite transinfecciosa;
      • Qualquer infecção aguda pode machucar o fígado sem necessariamente ocorrer um ataque direto do agente infeccioso ao fígado
    • Hepatites virais
      • Hepatites virais do tipo A, B, C D e E
  • Causas não infecciosas
    • Hepatite medicamentosa;
      • Causa mais comum de hepatite
    • Hepatite alcoólica;
    • Hepatite autoimune;
    • Hepatite cardíaca ou circulatória;
    • Hepatite gordurosa
      • (Esteatohepatite não alcoólica – NASH)
    • Hepatite obstrutiva:
      • como as secundárias à obstrução de vias biliares;
  • Hepatite oncológica:
      • isso pode ocorrer por inflamação direta causada pelo câncer ou obstrução causada pelo tumor;

Vacinas Contra Hepatites virais

Atualmente, existem apenas vacinas para as hepatites virais A e B. Perguntas sobre quem deve tomar, como funciona, e a importância desse tipo de imunização não são incomuns de se ouvir. Por isso, acompanhe um pouco mais sobre a vacinação dos tipos A e B da Hepatite.

Vacina Contra Hepatite A

Você Suspeita Estar com Alguma Infecção?

Agende Hoje mesmo uma Consulta com infectologista.

A hepatite A é uma das formas mais comuns de hepatite, geralmente transmitida por água ou alimentos contaminados, assim como em algumas relações sexuais. A maioria dos pacientes acometidos pelo tipo A da hepatite possuem casos leves, recuperando-se totalmente e apresentando imunidade a novas infecções do tipo.

No entanto, essa infecção também pode se desenvolver de forma mais grave e potencialmente fatal.

  • Quem Deve Tomar a Vacina Contra a Hepatite A

A vacina contra hepatite tipo A é recomendada para pessoas que têm maior risco de contrair a infecção, incluindo viajantes para áreas de alto risco, usuários de drogas injetáveis e pessoas com problemas crônicos no fígado.

  • Como Funciona a Vacina

A vacina contra hepatite A estimula o sistema imunológico a produzir anticorpos contra esse vírus. Ela é administrada em duas doses, com um intervalo de seis a doze meses entre elas. A vacina é altamente eficaz e fornece imunidade a longo prazo.

  • Importância da Vacinação

A vacinação é a melhor forma de prevenir a hepatite A, especialmente em áreas com surtos da doença.

Vacina Contra Hepatite B

A hepatite B é uma infecção viral que pode levar a problemas de saúde sérios, como cirrose e câncer de fígado. Transmitida por meio de sangue ou outros fluidos corporais contaminados, a hepatite tipo B também pode ser passada de mãe para filho durante a gestação ou até mesmo por terceiros ainda na primeira infância.

Agulhas, alicates e outros instrumentos cortantes podem ser os principais agentes transmissores de uma pessoa para outra.

  • Quem Deve Tomar a Vacina Contra a Hepatite B

A vacina contra hepatite B é recomendada para todas as pessoas, independentemente da idade em que será tomada. Apesar de ser particularmente importante para bebês, crianças e adultos jovens, o imunizante é essencial para aqueles que têm um risco aumentado de exposição ao vírus, como profissionais de saúde, pessoas que têm relações sexuais sem proteção, usuários de drogas injetáveis e viajantes para áreas de alta prevalência.

  • Como Funciona a Vacina

A vacina estimula o sistema imunológico a produzir anticorpos contra o vírus da hepatite B. Ela é administrada em uma série de três ou quatro doses, com um reforço após um ano, garantindo imunidade a longo prazo. Após a série completa de doses, a maioria das pessoas desenvolve imunidade duradoura contra o vírus, reduzindo significativamente o risco de infecção.

Além disso, o imunizante é considerado seguro e é bem tolerado na maioria das pessoas. Efeitos colaterais leves, como dor no local da injeção, podem ocorrer, mas complicações graves são extremamente raras.

  • Importância da Vacinação

A vacinação contra hepatite B é fundamental para prevenir a disseminação do vírus e proteger a saúde pública. Além de proteger a si mesmo, ao se vacinar, você também contribui para a imunização coletiva.

Quando Procurar um Especialista

As vacinas contra hepatite A e B são ferramentas essenciais na prevenção dessas infecções virais graves. Ao se vacinar, você se protege a si mesmo e contribui para a saúde pública. Consulte seu médico infectologista de confiança para obter informações sobre a vacinação contra a hepatite em sua região.

Mais informações sobre este assunto na Internet:

Compartilhe

Não tenha vergonha da HIV!

'Reserve a sua Consulta Hoje.

Dra. Keilla Freitas
CRM-SP 161.392 RQE 55.156-Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.


https://www.drakeillafreitas.com.br/quem-somos/

Deixe um comentário

Top