Você está aqui
Home > Medicina Tropical > Vacina contra o zika vírus

Vacina contra o zika vírus

Compartilhe
  • 13
    Shares

Vacina contra o Zika Vírus

O diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos EUA, Anthony Fauci, disse que experiências anteriores com outras infecções virais transmitidas por mosquitos como dengue e o vírus do Nilo Ocidental, estão impulsionando os estudos para o desenvolvimento de uma vacina contra o  zika vírus.

Esta informação foi dada durante uma conferência na manhã do dia 28 de Janeiro de 2016.

Ele acredita que uma vacina para testes clínicos poderá estar pronta ainda este ano.

Contudo, levará ainda muitos anos para que esteja disponível no mercado.

Ainda não houve surto pelo vírus zika nos Estados Unidos.

Mas essa possibilidade existe uma vez que o mesmo tipo de mosquito está se espalhando pelo sul do país.

No entanto, o maior risco ainda é para as gestantes.

As evidências sugerem que algumas mulheres que foram infectadas com o zika, durante a gravidez, o transmitiram aos bebês.

Estes bebês desenvolveram lesões cerebrais graves.

Vacina no Brasil

Um passo importante para o desenvolvimento de uma vacina contra o zika foi dado nos laboratórios do Instituto de Bioquímica da UFRJ.

Foi apresentado  no evento “Resultados e Avanços da Rede de Pesquisa em Zika, Chikungunya e Dengue no Estado do Rio de Janeiro”.

Pesquisadores anunciaram terem conseguido inativar o vírus em células e em camundongos normais e imunossuprimidos (com o sistema de defesa deficiente).

Isso significa que os vírus inoculados não se replicavam.

Agora, os cientistas buscam saber o quanto eles geram resposta imune e se são capazes de proteger o organismo da doença.

Leia mais em:

Vacina contra o zika vírus
Avalie este Artigo

Compartilhe
  • 13
    Shares
Dra. Keilla Freitas
CRM-SP 161.392 RQE 55.156-Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.
https://www.drakeillafreitas.com.br/quem-somos/

Deixe uma resposta

Top