Você está aqui
Home > Vídeos > Campanhas > O Que Aumenta o Risco de Transmissão do HIV?

O Que Aumenta o Risco de Transmissão do HIV?

Infectologista - O Que Aumenta o Risco de Transmissão do HIV?
Compartilhe

O vírus do HIV pode despertar diversas dúvidas a respeito de como é feita sua transmissão e o que pode aumentar o risco de se infectar.

Para que ocorra a transmissão do vírus do HIV, é necessário que haja o contato do vírus de uma pessoa com o organismo de outra pessoa que ainda não tenha o vírus.

É muito importante questionar-se de que forma o vírus pode chegar no organismo dessa pessoa.

A pessoa pode se infectar a partir do contato direto do organismo com algum material potencialmente contaminante, através de feridas abertas, pele machucada e mucosas (que incluem a mucosa do olho, por dentro da boca, região genital e região anal).

Material potencialmente contaminado em pele íntegra não é considerado exposição ao vírus. No entanto, se a pele está íntegra e há uma perfuração da pele com o material contaminado (por exemplo, uma agulha contaminada com o sangue), aí sim é considerado o risco.

Isso é essencial no momento da avaliação pré profilaxia pós-exposição, porque a pessoa pode achar que sofreu exposição ao vírus quando, na verdade, isso não ocorreu de fato.

Deste modo, o indivíduo acaba se submetendo a uma reação adversa ou de toxicidade ocasionada pelos remédios da profilaxia do vírus, sem absorver nenhum benefício, uma vez que este sequer se expôs verdadeiramente ao vírus.

Outro fator igualmente importante é que muitas pessoas tem medo do contato com a saliva. Isto não é justificado, visto que este não é um material contaminante. A única situação na qual a saliva pode ser considerada um material contaminante para HIV é em ambiente odontológico.

Ainda assim, o que está contaminando na verdade é o sangue, e não a saliva em si. Logo, contato de genitais com saliva, por exemplo, não é uma situação de exposição ao risco para a pessoa que está recebendo o contato com a saliva. 

Clique aqui e saiba mais sobre o HIV vendo mais artigos em nosso site.


Compartilhe
Dra. Keilla Freitas
CRM-SP 161.392 RQE 55.156-Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.


https://www.drakeillafreitas.com.br/quem-somos/

181 thoughts on “O Que Aumenta o Risco de Transmissão do HIV?

  1. Há 2 semanas estava me relacionando com um rapaz e ele sarrou o penis dele na entrada do meu anus. Não penetrou. Apenas colocou/encostou “na portinha”. Percebi que ele estava lubrificado naturalmente (com líquido pré-semem) e imediatamente retirei (o tempo de contato foi de segundos). Em seguida nos masturbamos , não houve penetração, mas tenho chances de ter sido contaminado?

    1. Exposição de risco para HIV é aquela onde um vírus viável (ou seja, vivo, capaz de infectar) entra em contato com o organismo da pessoa que não portadora do vírus. Para que isso ocorra, é necessário que um material contaminado com o organismo viável (sangue, fluido sexual, etc), em quantidade suficiente para infectar entre em contato direto com pele não íntegra (por exemplo, com uma ferida aberta), contato direto com mucosa (olhos, boca, mucosa genital) ou que seja introduzido pele pele íntegra com por por uma agulha que perfura a pele e leve este material direto para dentro do organismo de uma pessoa que não possui o HIV.

      Na dúvida se houve exposição ou não, ou mediante a certeza de uma exposição ao risco de se infectar, você deve procurar um médico infectologista de sua confiança para te avaliar pessoalmente e solicitar todos os exames cabíveis, não apenas os de HIV mas o de todas as demais infecções sexualmente transmissíveis e que podem ser transmitidas da mesma forma que o HIV, independente de ter sintomas ou não.

  2. Ola Dra. Keilla, eu e um cara desconhecido nos masturbamos e ambos trocamos liquido pré-seminal após isso ele roçou o pênis dele no meu cu ( não encostando diretamente nele) não houve penetração e eu limpei o anus depois disso corro algum risco?

    1. Exposição de risco para HIV é aquela onde um vírus viável (ou seja, vivo, capaz de infectar) entra em contato com o organismo da pessoa que não portadora do vírus. Para que isso ocorra, é necessário que um material contaminado com o organismo viável (sangue, fluido sexual, etc), em quantidade suficiente para infectar entre em contato direto com pele não íntegra (por exemplo, com uma ferida aberta), contato direto com mucosa (olhos, boca, mucosa genital) ou que seja introduzido pele pele íntegra com por por uma agulha que perfura a pele e leve este material direto para dentro do organismo de uma pessoa que não possui o HIV.

      Na dúvida se houve exposição ou não, ou mediante a certeza de uma exposição ao risco de se infectar, você deve procurar um médico infectologista de sua confiança para te avaliar pessoalmente e solicitar todos os exames cabíveis, não apenas os de HIV mas o de todas as demais infecções sexualmente transmissíveis e que podem ser transmitidas da mesma forma que o HIV, independente de ter sintomas ou não.

  3. Boa tarde Dr. Espero que estejas bem. Sou a Manuela Neves e estou grávida, a 4 dias fui ao mercado com o meu esposo e estava vestida de um vestido e uma calcinha daí andando eu senti uma picada na nadega foi tudo tão rápido que eu não vi nada de noite tomei um banho e vi na calcinha um ponto pequeno tipo que sangrei então quero saber se há algum risco estou apavorada porque já passou 4 dias e estou grávida de 8 meses

  4. Cara Dra.
    – Estou a fazer dieta, isso pode prejudicar o tratamento?
    – Consumo muita bebida alcoólica, posso ter inutilizado o tratamento?
    Obrigado

  5. Bom dia., Cara Dra. Keillas
    1. Tenho impressão de ter esquecido de tomar a PEP! Será que tomando dois comprimidos, posso ter alguma reacção negativa?
    2. Inicie novamente a PEP, só que, desta vez, ao invés de dois comprimidos, tomo um/dia. Os sintomas são febre leve, cansaço, fraqueza, diarreia (leve) e redução de apetite. Será que peguei o vírus de HIV?

    Obrigado,

  6. Boa tarde Dra Keilla.
    Uma pergunta sobre AIDS
    Gostaria de saber se a gente encostar as mãos em algum material contaminado com o vírus HIV, como sangue ou esperma, qual o procedimento correto para limpar as mãos?

  7. Cortei o dedo com um ferro a 11 dias e hoje fui pegar o dinheiro da mão de uma pessoa , parecia que a mão estava ralada , peguei o dinheiro e coloquei no caixa , após ele sair fui olha dinheiro e vi uma pequena mancha vermelha ,
    Caso tenha encostado com dedo que cortei a 11 dias nessa mancha no dinheiro corro risco de pegar hiv ?

    Meu machucado já está em fase bem adianta de cicatrização

  8. Dr. Primeira situação. Masturbei dois cara um estava beijando o outro, entretanto não fiz nada mais que colocar a mão no pênis deles eles não chegaram nem a gozar, enquanto isso me masturbei e gozei vendo os dos se pegar logo depois lavei as mãos e sai, frisando que eles não gozaram o máximo pegaram no meu pênis( não fiz sexo oral nem anal nem beijei. Corro algum risco de pegar HIV?

    1. Exposição de risco para HIV é aquela onde um vírus viável (ou seja, vivo, capaz de infectar) entra em contato com o organismo da pessoa que não portadora do vírus. Para que isso ocorra, é necessário que um material contaminado com o organismo viável (sangue, fluido sexual, etc), em quantidade suficiente para infectar entre em contato direto com pele não íntegra (por exemplo, com uma ferida aberta), contato direto com mucosa (olhos, boca, mucosa genital) ou que seja introduzido pele pele íntegra com por por uma agulha que perfura a pele e leve este material direto para dentro do organismo de uma pessoa que não possui o HIV.

      A exposição relatada não parece ser de risco, mas na dúvida se houve exposição ou não, ou mediante a certeza de uma exposição ao risco de se infectar, você deve procurar um médico infectologista de sua confiança para te avaliar pessoalmente e solicitar todos os exames cabíveis, não apenas os de HIV mas o de todas as demais infecções sexualmente transmissíveis e que podem ser transmitidas da mesma forma que o HIV, independente de ter sintomas ou não.

  9. Boa noite Dra, parabéns pelo seu trabalho. Sou homem, recebi sexo oral de uma mulher e ejaculei na boca dela, não sei se ela é soropositiva, tenho risco de pegar HIV ? E nesse caso eu preciso tomar o PEP ?

  10. Boa tarde Dra, gostaria de saber se é possível pegar hiv apenas deitando o corpo do penis na vagina sem penetração ?. Sou circucidado

    1. Exposição de risco para HIV é aquela onde um vírus viável (ou seja, vivo, capaz de infectar) entra em contato com o organismo da pessoa que não portadora do vírus. Para que isso ocorra, é necessário que um material contaminado com o organismo viável (sangue, fluido sexual, etc), em quantidade suficiente para infectar entre em contato direto com pele não íntegra (por exemplo, com uma ferida aberta), contato direto com mucosa (olhos, boca, mucosa genital) ou que seja introduzido pele pele íntegra com por por uma agulha que perfura a pele e leve este material direto para dentro do organismo de uma pessoa que não possui o HIV.

      Na dúvida se houve exposição ou não, ou mediante a certeza de uma exposição ao risco de se infectar, você deve procurar um médico infectologista de sua confiança para te avaliar pessoalmente e solicitar todos os exames cabíveis, não apenas os de HIV mas o de todas as demais infecções sexualmente transmissíveis e que podem ser transmitidas da mesma forma que o HIV, independente de ter sintomas ou não.

  11. Boa tarde Dra, gostaria de saber se é possível pegar hiv apenas deitando o corpo do penis na vagina?. Sou circucidado

    1. Exposição de risco para HIV é aquela onde um vírus viável (ou seja, vivo, capaz de infectar) entra em contato com o organismo da pessoa que não portadora do vírus. Para que isso ocorra, é necessário que um material contaminado com o organismo viável (sangue, fluido sexual, etc), em quantidade suficiente para infectar entre em contato direto com pele não íntegra (por exemplo, com uma ferida aberta), contato direto com mucosa (olhos, boca, mucosa genital) ou que seja introduzido pele pele íntegra com por por uma agulha que perfura a pele e leve este material direto para dentro do organismo de uma pessoa que não possui o HIV.

      Na dúvida se houve exposição ou não, ou mediante a certeza de uma exposição ao risco de se infectar, você deve procurar um médico infectologista de sua confiança para te avaliar pessoalmente e solicitar todos os exames cabíveis, não apenas os de HIV mas o de todas as demais infecções sexualmente transmissíveis e que podem ser transmitidas da mesma forma que o HIV, independente de ter sintomas ou não.

  12. Boa noite sou professora e tiver contato com o sangue que caiu no chão de uma aluna. Aparentemente saudável.

  13. Dra. boa noite! Assadura leve na virilha+contato com secreção vaginal+fricção gera risco de contaminação por HIV?

  14. Olá Dra, tudo bem?
    Fiz uma massagem com uma acompanhante ela usou gel no meu pênis, depois usamos camisinha para ter relação!! Não houve rompimento da camisinha!! Existe a possibilidade de pegar HIV assim? Meu maior medo é dela ter passado a mão no órgão dela e depois ter passado a mão no meu Pênis!! E fiz um teste rápido com 25 dias, este teste não é valido? abraços

    1. olá doutora, eu ejaculei no ânus de alguém será que a probabilidade de eu apanhar o vírus hiv

  15. Boa noite, Dra! Sou homem e fiz sexo com uma garota de programa COM camisinha(penetração), porém antes de iniciar a penetração ela fez sexo oral em mim SEM a camisinha Não vi feridas nem sangue e durou +- 01 minuto , há risco de contaminação?

  16. Dra Keilla, boa noite!

    Tive uma relação passiva ocasional na sexta feira, porém, o meu parceiro só introduziu uma vez o pênis e não introduziu todo. Não houve ejaculação dentro de mim! Existe risco alto de transmissão do HIV?

  17. Olá Dra. Fiz exame com 60 e 90 dias e os dois deram Não Reagente. Porém agora 150 dias estou com diarreia, vômito, febre e dor de cabeça. Tem algo a ver com HIV? O exame pode mudar de resultado ainda?Obrigada.

  18. Dra Keilla, fumei o mesmo cigarro que uma pessoa que desconheço a sorologia, sendo que eu estava com afta na boca, corro risco de pegar HIV?

  19. Boa tarde, Dra. Keilla.
    Uma pergunta sobre AIDS.
    Gostaria de saber se a gente engolir material contaminado com o vírus HIV, como sangue ou esperma a gente corre risco de se contaminar com o vírus HIV.
    Estou aguardando a resposta.

  20. Dra, fiquei com cara, ele se masturbou, mas não chegou a ejacular, mas chegou a sair o pré semen que pingou na mão dele, em seguida ele me masturbou, nesse caso seria o caso de tomar a pep?

  21. Dra. Me masturbei na perna do cara e na hora do banho vi que tinha um arranhão. Tava cicatrizando , tinha até casquinha. Devo me preocupar?

  22. Dra. Qual A posibilidade de pegar hiv se por a caso uma navalha faz um pequeno corte com sangue fresco de hiv?
    A possibilidade dos primeiros sitomas aparecer em menos de duas semanas da exposição de risco?

  23. Olá. Sou fonoaudióloga audiologista e gostaria de saber se os fluídos do ouvido (secreção de otites, cera, etc) são considerados contaminates.
    Grata

Deixe uma resposta

Top