Você está aqui
Home > Infecção Bacteriana > O que são bactérias ?

O que são bactérias ?

O que são bactérias
Compartilhe
  • 20
    Shares

O que são bactérias ?

São organismo vivos microscópicos (ou seja, não podem ser vistos a olho nu). Constituídos de uma só célula.

Podemos encontrá-las em qualquer lugar no planeta terra, solo, água e ar.

Elas podem viver fora ou dentro de outros seres vivos como plantas, animais e seres humanos

As superbactérias são um grave problema de saúde no mundo, mas atribuir a palavra bactéria a algo ruim é um erro.

A grande maioria das bactérias são totalmente inofensivas ao ser humano.

Mais que isso, contribuem para a manutenção da vida na natureza e para o equilíbrio de nossa própria vida.

 

Microbiota habitual do trato gastro intestinal

São as bactérias que vivem naturalmente em nosso intestino. Elas possuem várias tarefas:

  • Ajudam na digestão de alimentos
  • Ajudam na absorção de vitaminas
  • Fortalece nossa imunidade ao manter o organismo menos suscetível a bactérias que podem causar doenças

Infecção bacteriana

Quando um tipo de bactéria patogênica (capaz de causar doenças) consegue se proliferar de maneira importante dentro do nosso organismo, ocorre a infecção bacteriana.

Esta proliferação pode ocorre em qualquer parte do corpo: pele, cérebro, sistema urinário, sistema gastro intestinal, sistema respiratório, etc.

Infecções bacterianas graves podem levar a quadros de sepse ou infecção generalizada.

Como as bactérias são?

Existem uma infinidade de tipos de bactérias, mas possuem fundamentalmente 3 tipos de formatos:

  • Esféricas (cocos)
  • Bastonete (bacilos)
  • Espiral (espiroqueta)

O que são bactérias

Diferença entre bactérias e vírus

Bactérias são maiores que vírus

Bactérias conseguem se reproduzir por conta própria

Bactérias não necessariamente precisam viver dentro de um ser vivo (são as chamadas bactérias de livre)

Vírus obrigatoriamente precisam estar dentro de uma célula de um outro ser vivo para poder viver (hospedeiro).

Vírus utilizam  o sistema genético de seu hospedeiro para se replicar (ou seja, fazer cópias de si mesmo)

Os sintomas de ambas infecções muitas vezes são muito parecidos e mesmo em exames de sangue e de imagem pode não ficar muito claro qual dos 2 está causando a dada infecção.

O diagnóstico e avaliação de tratamento então deve ser avaliado caso a caso e com bastante cuidado pelo médico.

O tratamento do vírus ou da bactérias são totalmente diferentes.

A maiorias das infecções por vírus não possuem tratamento antiviral específico

Já as bactérias, precisam ser tratadas com antibióticos que matem aquele tipo específico de bactéria.

O tempo de tratamento e a escolha do melhor antibiótico varia de acordo ao tipo de infecção e deve ser avaliado caso a caso.

 

Fonte:

 


Compartilhe
  • 20
    Shares
CRM-SP 161.392 RQE 55.156-Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.

Deixe uma resposta


*Os comentários são limitados a 500 letras. Obrigada.

Top