Você está aqui
Home > Hepatites Virais > Sintomas das hepatites

Sintomas das hepatites

Sintomas das hepatites

Sintomas das hepatites

Hepatite nada mais é que inflamação do fígado.

Com relação à causa, as hepatites podem se dividir em:

  • Hepatite infecciosas
  • Hepatite alcoólica
  • Hepatite medicamentosa
  • Hepatite autoimune
  • Hepatite cardíaca ou circulatória
  • Hepatite oncológica: isso pode ocorrer por inflamação direta causada pelo câncer, obstrução causada pelo tumor
  • Hepatite obstrutiva: como as secundárias a obstrução de vias biliares

Com relação ao tempo de inflamação as hepatites se dividem em:

  • Hepatite aguda: quando o quadro dura menos que 6 meses.
  • Hepatite crônica: quando a doença dura mais que 6 meses

Cada fase da hepatite corresponde a um tipo de lesão ao fígado:

  • Lesão aguda: quando o fígado está sendo atacado no momento da avaliação
  • Lesão crônica: produto de uma agressão aguda muito intensa ou de uma agressão que durou muito tempo.

Avaliação de pacientes com hepatite:

  • Através de exames de sangue
  • Exames de imagens como Ultrassonografias ou tomografias
  • Exames de urina
  • Biópsia do fígado ou elastografia hepática.

Sintomas das hepatites – infecção aguda

Sintomas típicos:

  • Colúria (urina escura)
  • Acolia (fezes claras)
  • Icterícia (pele e olhos amarelados)

Estes sinais e sintomas não são específicos da hepatite C. Na verdade, podem estar presentes em qualquer processo de lesão aguda intensa ao fígado.

Sintomas inespecíficos de hepatite aguda:

  • Prurido (secundário à icterícia ou às lesões de pele)
  • Mal estar geral
  • Vômitos
  • Diarreia
  • Febre
  • Rash (lesões vermelhas na pele)

Não ter sintomas não exclui o diagnóstico de hepatite aguda, mas na presença deles, o diagnóstico deve ser descartado.

 

Compartilhe nas redes sociais:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Dra. Keilla Freitas
Dra. Keilla Freitas
Residência médica em Infectologia pela UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) com complementação especializada em Controle de Infecção Hospitalar pela USP (Universidade de São Paulo); Pós-Graduação em Medicina Intensiva pela Universidade Gama Filho; Graduação em Medicina pela ELAM, com diploma revalidado por prova de processo público pela UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); Experiência no controle e prevenção de infecção hospitalar com equipe multidisciplinar no ajustamento antimicrobiano, taxa de infecção do hospital e infectologia em geral, atendendo pacientes internados e com exposição ao risco de infecção hospitalar; Vivência em serviço de controle de infecção hospitalar, interconsulta de pacientes cardiológicos e imunossuprimidos pós-transplante cardíaco no InCor (Instituto do Coração) ; Gerenciamento do atendimento prestado aos pacientes internados em quartos e enfermarias, portadoras de doenças crônicas e agudas com necessidades de cuidados e controles específicos.
http://www.drakeillafreitas.com.br/

Deixe uma resposta


*Os comentários são limitados a 500 letras. Obrigada.

Top